2ª fase da Operação “Soldi Sporchi” cumpre mandados de prisão em Itu

Segunda fase da operação contou com 12 mandados de prisão e outros 20 de busca e apreensão (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Na manhã da última quinta-feira (30/07), foi deflagrada a 2ª fase da Operação Soldi Sporchi (Dinheiro Sujo), que é resultado de investigações promovidas por equipes do 4º Distrito Policial de Guarulhos (Demacro), com apoio das Delegacias de Polícia Seccional de Guarulhos, Mogi das Cruzes, Carapicuíba, Demacro Sede e da Corregedoria da Polícia Civil.

A ação tinha como objetivo o cumprimento de 12 mandados de prisão e outros 20 de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara de Lavagem de Dinheiro e Organizações Criminosas da Capital. A operação foi compreendida entre as cidades de Itu, Guarulhos, São Paulo, Arujá, Barueri, Indaiatuba, Mogi das Cruzes, Poá, Bertioga e Suzano.

Foram apreendidas durante as diligências diversas mídias digitais, celulares e aproximadamente R$ 100 mil, duas armas de fogo, 15 munições, relógios de pulso e um veículo Honda Civic. Entre as pessoas presas está o vice-prefeito de Arujá, Márcio José de Oliveira (Republicanos), por suspeita de irregularidades na gestão do município.

Ainda durante a execução da operação, oito pessoas foram presas, sendo encaminhadas à Justiça. Na primeira fase da operação, ocorrida no último dia 3 de junho, a Polícia Civil de Guarulhos apreendeu um carro de luxo e uma moto aquática, além de cumprir mandados em 12 cidades do Estado.

O Periscópio contatou a Secretaria de Segurança Pública do Estado para saber a respeito de quantas pessoas de Itu teriam mandados expedidos e as demais informações, mas a mesma não especificou os dados locais, fornecendo as informações gerais da ação. (Com informações da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, Agência Brasil e Portal UOL)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *