Artista de Itu lança EP de estreia no Facebook

De Itu para o mundo, o cantor Rossini lança seu EP de estreia, “Entre Nós”, e mostra que, apesar da aparente fragilidade e do trabalho intimista, seu talento faz jus à fama da cidade “onde tudo é grande”.

Filho de um músico autodidata, Rossini começou a tocar violão aos sete anos. Ele chegou a entrar para o seminário, onde sua relação com a música se estreitou, já que aprendeu piano, saxofone e até lia partitura. Mas a vocação para o sacerdócio acabou.

Entre empregos onde não vislumbrava um futuro, Rossini sempre voltava a tocar em barzinhos. “Nesse meio tempo, um grande artista plástico inaugurou uma galeria na cidade e passou a promover eventos culturais, entre eles o SaraUquê, onde se apresentavam novos talentos e compositores locais”, lembra Rossini.

Com a cena musical ituana mais pujante, não demorou a pintar convites para shows em São Paulo, quando então conheceu Dotti, que viria a ser seu investidor. Encantado com a canção “Ainda aqui”, o empresário do ramo de perfumes propôs bancar a gravação da faixa e, em julho de 2018, o cantor a apresentou no lançamento da nova fragrância Dotti, estabelecendo com a marca uma parceria profissional. Seguidor do Music Lab, no YouTube, ele entrou em contato com o produtor e consultor de marketing digital Clemente Magalhães para a gravação de seu primeiro EP.

Com lançamento marcado para o próximo dia 3 de setembro no estúdio Corredor 5, no Rio de Janeiro, Rossini e banda apresentam suas canções autorais, além de sucessos que influenciaram sua carreira. Para acompanhar, basta acessar a página “Mais Brasil” no Facebook a partir das 21h30.

Sobre o EP
O EP “Entre Nós”, disponível em todas as plataformas digitais, notabiliza-se pela elegância dos arranjos, criados coletivamente por um time de notáveis: Cláudio Bezz (violões), Léo Fernandes (teclados), Iuri Nascimento (guitarras), Vigh (bateria), Guila, André Carneiro e Gastão Villeroy (revezando-se no baixo).

A mixagem é de Renato Alscher e a master de Carlos Freitas, tudo isso sob o comando e produção de Clemente Magalhães, que contou ainda com o auxílio do diretor musical da Rede Globo, Marcel Klemm, na escolha do repertório, em um processo de audição com mais de 60 composições do artista.

Com uma a voz ao mesmo tempo grave e delicada, Rossini derrama sentimento por cada uma das cinco faixas. Letras de amor simples sobre melodias suaves flagram um compositor doce, mas não enjoativo, como um bom perfume que fixa sem impregnar.

Destaque para a terceira música, “Declaração”, que ilustra bem a chegada do cantor no confuso mercado fonográfico brasileiro: “Foi no meio da bagunça dessa vida que você veio…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *