Convenções partidárias definem nomes de 13 candidatos à Presidência da República

O prazo para as convenções partidárias, definido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral), terminou no último domingo (05). Nesta data, aconteceram os últimos eventos dos partidos para definição de apoios e chapas para concorrer às eleições gerais de 7 de outubro. E a movimentação foi intensa, com legendas – como o PT – definindo seus vices nos últimos instantes.

O Partido dos Trabalhadores, que no sábado (04) havia definido a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (preso e condenado pela Lava Jato desde abril), apostou no ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad para a vaga de vice. A sigla também costurou uma aliança com o PCdoB, que tinha Manuela D’Ávila como candidata – ela poderá ser vice de Haddad caso a inelegibilidade de Lula, que lidera as pesquisas, seja decretada.

O PSL (Partido Social Liberal) do candidato Jair Bolsonaro também definiu uma aliança com o PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro) de Levy Fidelix e terá Hamilton Mourão, general da reserva do Exército, como vice. O deputado, que lidera as pesquisas de intenção de voto sem o nome de Lula, vinha com dificuldades para fechar sua chapa.

Os partidos têm até o dia 15 de agosto para confirmarem as chapas no TSE. Caso todos os nomes apresentados nas convenções sejam referendados, teremos a eleição com mais candidatos desde o primeiro pleito direto após a redemocratização, em 1989, que contou com 22 candidaturas.

Dos 35 partidos políticos registrados no País, apenas o PMN, PMB e o PSB não fizeram coligações para as candidaturas à presidência. O PMN ainda pode participar da aliança com o PDT e o Avante em torno da candidatura de Ciro Gomes. Já o PSB tem um acordo de neutralidade com o PT, que ajudará os partidos, respectivamente, nas reeleições aos governos de Pernambuco e Minas Gerais.

 

Confira todos os candidatos (em ordem alfabética):

 

Alvaro Dias (Podemos)

Vice: Paulo Rebello de Castro (PSC)

Coligação: Podemos/PSC/PRP/PTC

Cabo Daciolo (Patriota)

Vice: Suelene Balduino Nascimento (Patriota)

Coligação: sem coligação

Ciro Gomes (PDT)

Vice: Kátia Abreu (PDT)

Coligação: PDT/Avante

 

Geraldo Alckmin (PSDB)

Vice: Ana Amélia (PP)

Coligação: PSDB/PP/DEM/PR/Solidariedade/PRB/PSD/PTB/PPS

Guilherme Boulos (PSOL)

Vice: Sônia Guajajara (PSOL)

Coligação: PSOL/PCB

Henrique Meirelles (MDB)

Vice: Germano Rigotto (MDB)

Coligação: MDB/PHS

Jair Bolsonaro (PSL)

Vice: General Mourão (PRTB)

Coligação: PSL/PRTB

João Amoêdo (Novo)

Vice: Christian Lohbauer (Novo)

Coligação: sem coligação

João Goulart Filho (PPL)

Vice: Léo Alves

Coligação: sem coligação

José Maria Eymael (DC)

Vice: Helvio Costa (DC)

Coligação: sem coligação

Lula (PT)

Vice: Fernando Haddad (PT)

Coligação: PT/PCdoB/PROS/PCO

Marina Silva (Rede)

Vice: Eduardo Jorge (PV)

Coligação: Rede/PV

Vera Lúcia (PSTU)

Vice: Hertz Dias (PSTU)

Coligação: sem coligação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *