Coordenadora da VIEP de Itu pede que população prossiga com a prevenção

Lúcia Helena Rubira Pacífico coordena o serviço de Vigilância Epidemiológica (Foto: Divulgação/Prefeitura de Itu)

Lúcia Helena Rubira Pacífico, enfermeira coordenadora do serviço de Vigilância Epidemiológica (VIEP) da Secretaria de Saúde de Itu, é enfática: a população precisa ituana precisa continuar com as medidas de prevenção contra o novo coronavírus, como o isolamento social e o uso de máscaras de proteção.

Questionada pelo JP se situação da pandemia está estabilizada em Itu, ela avisa que, em 15 de julho, a cidade registrou quatro dias consecutivos com queda no número de casos ativos de Covid-19. “Esse registro é importante, mas depende do comportamento do vírus nos próximos dias (vale destacar que no dia 16 de julho, conforme Boletim Epidemiológico local, essa queda não foi mantida) e também do comportamento da população”, relata.

Portanto, para mantermos essa queda, a Lúcia Helena reforça que é necessária “a conscientização da população em manter o isolamento social, quando possível, saindo de casa somente para as atividades essenciais e, nesses casos, com o uso de máscaras de proteção facial e constante higienização das mãos”. Essas ações preventivas contribuem muito para a diminuição da propagação do vírus. “É imprescindível que a população, mesmo diante de flexibilização, entenda que continuamos em pandemia, ou seja, devemos seguir aderindo a essas imprescindíveis medidas de prevenção”, reforça.

Também de acordo com ela, a análise dos números a partir do 15º dia pós-flexibilização deve oferecer melhores condições de análises para falar em indícios de aproximação do platô. “É importante ressaltar que a pandemia encontra-se em momento de maior intensidade nas cidades do interior”.

Mais testes – Hoje em Itu, a média diária entre RT-PCR e Teste Rápido, é de mais de 100 testes feitos. Todos os pacientes sintomáticos são testados, seja por RT-PCR ou Teste Rápido, para os casos mais leves da doença. “Quanto maior a testagem, maior a quantidade de diagnóstico precoce e notificação de casos ou descarte dos casos suspeitos. Sem dúvida, a testagem é importante para traçarmos o ‘mapa’ da pandemia no município. Mas, temos que considerar também, neste momento, o avanço da pandemia para as cidades do interior do Estado, o que colabora com o aumento dos números de casos confirmados”, informa.

Atendimento – Segundo Lúcia Helena, a criação do Hospital de Campanha e o investimento em UTIs foi fundamentam para o atendimento de pacientes com Covid-19 na cidade. “A ocupação de leitos oscila, mas a quantidade que dispomos, juntamente com o apoio do Hospital São Camilo e rede particular de saúde, tem sido, até o momento, suficiente para o atendimento em nível hospitalar”, diz.

Perfil – A coordenadora traça o perfil dos pacientes com coronavírus em Itu. “Em nossa cidade, a exemplo de outros pontos do País, a doença atingiu e vitimou homens e mulheres de diferentes idades, com ou sem histórico de comorbidades, independente de classe social ou atividade profissional. Ao considerarmos somente os pacientes que foram a óbito, em Itu, a maioria era do sexo masculino, idosa e pertencente aos grupos de risco”, informa.

Vacina – Recentemente, o Governo do Estado abriu cadastro para profissionais da área de saúde se inscreveram para serem voluntários nos testes da vacina contra o novo coronavírus que está em desenvolvimento. Segundo a coordenadora, a Secretaria de Saúde de Itu tem conhecimento que médicos, enfermeiros e fisioterapeutas da cidade manifestaram interesse como voluntários e efetuaram suas respectivas inscrições.

Um comentário em “Coordenadora da VIEP de Itu pede que população prossiga com a prevenção

  • 20/07/2020 em 19:10
    Permalink

    Prosseguir com a prevenção? Que prevenção? Aqui no bairro cidade Nova onde mais tem casos do covid o povo nem máscara não usa.. Final de semana tem festa e bagunça normal na avenida. E todos sem máscara. Cadê a fiscalização??

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *