De virada, Ituano perde para o Santa Cruz em casa

Pacheco marcou um golaço, Gol Natal, tendo a árvore natalina gigante ao fundo (Miguel Schincariol/Divulgação)

O Ituano perdeu a chance de disparar na liderança e encaminhar o acesso na noite do último sábado (26) ao ser derrotado em pleno Novelli Júnior por 1×2 pelo Santa Cruz. Apesar do tropeço, o Galo segue líder, porém, praticamente “ressuscitou” o clube pernambucano na competição.

O Ituano começou melhor no jogo e a abertura de contagem aconteceu aos 30 minutos com um golaço sensacional de Pacheco, que da linha intermediária bateu forte, cruzado, encobrindo o goleiro.

Quando esperava-se que o Galo pudesse abafar o Cobra Coral, o time de Vinícius Bergantin deu espaço ao adversário e acabou perdendo o duelo de maio de campo. Para piorar a situação, aos 40 minutos, Paulinho recebeu o segundo amarelo e acabou expulso.

 A expulsão fez com que o Lorde sacrificasse Gabriel Taliari, para a entrada de Felipe Manoel. Tal substituição gerou dúvidas, não pela entrada de Felipe Manoel, um volante de contenção, mas sim pela saída de Taliari, jogador que a qualquer momento poderia ser decisivo.

 E para piorar ainda mais, o gol de empate do Santa Cruz aconteceu com 30 segundos da etapa final. Antes que o Ituano pudesse se impor na etapa final e fazer com que o cronômetro trabalhasse contra os visitantes.

 Com pouca inspiração em relação ao que vinha mostrando e ao que poderia mostrar, o Ituano foi segurando o empate, enquanto o Santa foi para cima. Tanto que aos 48 minutos (o jogo foi até 51), Chiquinho fez seu segundo gol e liquidou a sorte da partida.

 Polêmica – Ao apito do árbitro, uma cena inusitada que gerou polêmica: o jogador Paulinho, do Santa, festejou a vitória abraçando efusivamente o árbitro – o árbitro, veja bem – Igor Benevenuto. No mínimo muito estranho.

Ficha Técnica

Ituano 1×2 Santa Cruz – 26/12/2020

Local – Novelli Júnior – Itu

Gols – Pacheco (Ituano); Chiquinho (2 – Santa Cruz).

Arbitragem – Igor Junio Benevenuto de Oliveira/MG, Marcus Vinícius Gomes/MG e Leonardo Henrique Pereira/MG.

Vermelho – Paulinho Dias (Ituano).

Amarelos – Paulinho Dias, Suéliton, Bruno Mota (Ituano); Willian Alves, Célio Santos (Santa Cruz).

Escalação

Ituano – Pegorari; Pacheco, Léo Santos, Suéliton e Breno Lopes; Paulinho Dias, Fillipe Soutto (Corrêa) e Gabriel Taliari (Felipe Manoel); Bruno Mota (Luiz Paulo), Mateus Criciúma (Léo Duarte) e Kadu (Julinho). Técnico – Vinícius Bergantin.

Santa Cruz – Maycon Cleiton; Toty, Willian Alves (Célio Santos), Danny Morais e Leonan (Elivelton); Bileu (Lourenço), Paulinho, Chiquinho e Didira; Victor Rangel (Jaderson) e Pipico. Técnico – Marcelo Martelotte.

Arbitragem de Igor Benevenuto foi contestada pelo Ituano (Foto: Miguel Schincariol/Divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *