Delícias de Natal

Além do famoso peru e do panetone, a ceia natalina conta com outras delícias, dentre doces e salgados

Gabriela Prado

Dezembro é o mês mais alegre de todos: o mês do Natal! Essa importante data, comemorada com a família e amigos queridos, traz alegria e muito bom humor para as comemorações. Os comes e bebes, por sua vez, tornam esse momento ainda mais especial!

Acredita-se que a ceia natalina é feita como uma alusão à última ceia de Jesus Cristo ao lado de seus discípulos. Muitas pessoas acreditam nessa teoria da origem da ceia, mas, segundo a literatura, a Ceia de Natal originou-se do antigo costume europeu de deixar as portas das casas abertas no dia de Natal para receber viajantes e peregrinos, e esses, juntamente com a família hospedeira, confraternizavam a data significativa para os cristãos.

 

A Ceia de Natal em cada canto do mundo

A ceia é conhecida por ser farta de comidas e pratos especiais. Essa tradição foi se espalhando pelo mundo e cada região foi acrescentando uma particularidade local, como, por exemplo, a adição do peru na ceia norte-americana – peculiaridade que passou a fazer parte dos costumes de outros países, como o Brasil.

Nos Estados Unidos, o peru foi consumido durante anos para comemorar a primeira grande colheita, surgindo assim o hábito de consumi-lo para celebrar datas importantes, como o Dia de Ação de Graças e o Natal. Na Alemanha, uma mesa repleta de carne de porco e muitos doces, como pão de mel e amêndoas torradas, é comum na época natalina, assim como peixes e vinho branco fazerem parte da Ceia de Natal da Polônia.

Já na França, frutos do mar e ostras são muito consumidas. Na Austrália, as festividades natalinas acontecem durante o verão e, por isso, as pessoas costumam fazer a ceia de natal em praias, com o pudim de ameixas flambadas como sobremesa sendo indispensável na data. Na África do Sul também se comemora o Natal durante o verão, sendo comum colocar mesas do lado de fora das casas e saborear a ceia ali mesmo.

 

Pratos tradicionais da Ceia de Natal

Há alguns pratos que são tradicionais e que sempre estão presentes nas Ceias de Natal brasileiras. São alguns deles: peru, chester, lombinho, leitão, arroz, farofa, castanhas, nozes e outras oleoginosas, salada tropical, frutas (geralmente as exclusivas do território brasileiro), bolinhos de bacalhau, vinhos e champagne, dentre outros.

O panetone, alimento de origem milanesa, do norte da Itália, é muito adorado e geralmente comercializado apenas na época de festas de fim de ano. Esse pão doce de Natal possui fragrância discreta de baunilha e recheio de frutas secas, tais como damasco, laranja, limão, figo, maçã, cidra e a uva passa, podendo ser de chocolate, ganhando o nome de chocotone. Há, hoje em dia, muitas outras variações desse delicioso doce, que é um sucesso natalino.

 

Entradas, petiscos e bebidas

Como entradas, é normal serem servidos pratos de frios – presunto, mortadela, peito de peru, muçarela, queijo prato e cheddar, dentre outros – temperados com sal e azeite. As torradinhas com patês também são saboreadas. Atum, sardinha, ervas e tomate seco são os sabores de patê mais consumidos com as torradas.

O vinho tinto é a bebida mais consumida nas festas natalinas, não deixando de lado o vinho branco e o champagne. Caipirinhas e batidas de frutas também passaram a fazer parte dos momentos das refeições. Já dentre as bebidas não alcoólicas consumidas na Ceia de Natal estão os refrigerantes e os sucos.

 

Quitutes diferentes e especiais

Não só de panetone e peru vive a Ceia de Natal. Outros quitutes, como rabanada, lombo com batatas, salpicão e maionese, também integram a mesa apetitosa da Ceia natalina. A lentilha e o feijão também fazem parte de algumas Ceias de Natal, já que há uma lenda de que a lentilha atrai sorte financeira por se parecer com uma moeda. Porém, são mais consumidas no Réveillon.

A rabanada, doce de pão de trigo em fatias que é banhado em leite, vinho ou calda de açúcar e depois passada em ovos e é frito, é uma variação natalina muito saborosa e fácil de fazer. Muito incluída nas Ceias de Natal, a rabanada é uma ótima opção de doce para a mesa, além de ser prática. Foram incluídas no cardápio de doces natalinos, também, as gelatinas, os pudins e os bolos.

Massas – como lasanha e macarrão, por exemplo – também são muito apreciadas na Ceia, assim como outros frutos do mar, como o camarão, a lagosta e o caviar (ovas de peixes).

 

Receita de rabanada

Para incrementar a sua mesa de Natal, que tal preparar essa deliciosa iguaria doce? Você precisará de:

  • 1 baguete de pão francês ou 4 pães franceses;
  • 2 xícaras de leite;
  • 1 lata de leite condensado;
  • 3 ovos batidos;
  • Canela a gosto;
  • Açúcar a gosto;
  • Óleo de girassol para fritar.

 

Para dar vida às suas rabanadas, corte a baguete em fatias médias. Em um refratário, misture o leite com o leite condensado e mergulhe as fatias de pão até que elas estejam bem molhadas. Em outro refratário, bata os ovos e adicione a canela. Passe as fatias de pão molhadas de leite nos ovos batidos, frite em óleo quente e escorra as rabanadas em papel toalha. Em seguida, passe em um refratário com canela e açúcar a gosto. Sirva quente ou coloque na geladeira para servir gelada. Saboreie!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *