Dois Pontos: CEUNSP e Prefeitura, parceria de sucesso

A parceria entre a Prefeitura de Itu e o CEUNSP (Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio) objetiuvvar o desenvolvimento de pesquisas acadêmicas, é uma das melhores notícias deste começo de ano. Diversas cidades bem sucedidas pelo mundo mantêm parcerias com universidades e faculdades locais visando a melhoria mútua. O CEUNSP sempre foi um grande parceiro da comunidade ituana, mas agora com essa parceria poderá expandir sua atuação e contribuir ainda mais para o benefício da sociedade como um todo. E seus alunos também terão a oportunidade de acrescentar em seus estudos, tornando o aprendizado melhor. Certamente um dos grandes acertos da atual administração municipal e da reitoria da faculdade, que vem crescendo cada vez mais e acrescentando novos cursos seus campi.

POSITIVO: Itu fechou o primeiro mês de 2019 com saldo positivo na geração de empregos. Em janeiro, foram 78 admissões a mais do que demissões. De janeiro do ano passado até o deste, o saldo é de 1.041 postos abertos a mais. Os dados são do Caged, vinculados ao Ministério da Economia do Governo Federal.

MARCADO: Em virtude do Carnaval, a próxima sessão ordinária da Câmara deverá acontecer no dia 7, próxima quinta-feira, às 16h. Porém, segundo o presidente Giva, os trabalhos poderão ocorrer na outra terça-feira, dia 12 (ou seja, duas no mesmo dia), em decorrência de trabalhos que deverão ser executados no teto do prédio – afetado com as chuvas.

RETIRADA: O vereador José Galvão pediu a retirada do projeto que concederia o título de reconhecimento público à ONG Não Posso Me Calar, a pedido da própria entidade – que combate a violência contra a mulher em Itu. Segundo o parlamentar, a ONG fará alterações no estatuto, mas achou estranho.

PAI DA CRIANÇA: Galvão, na palavra livre, afirmou que dizer que a obra de duplicação da SP-79 é fruto de apenas ‘A’ ou de ‘B’ não é justo. Ele rendeu homenagem a todos os parlamentares que tiveram participação na conquista, recordando primeiramente do saudoso deputado Archimedes Lammoglia, mas citando os deputados atuais também.

PRESTÍGIO: Durante votação do projeto de lei de Thiago Gonçales, que institui a olimpíada “Berço do Saber” nas escolas municipais, o vereador Luciano do Secom pediu que os conselhos (da Educação, Cultura etc.) sejam mais prestigiados pela Casa de Leis, sendo ouvidos antes da elaboração de proposituras.

SEM PARAR: O presidente Givanildo Soares falou em sessão que não quer deixar nenhum projeto parado. Assim que as proposituras passam pelas comissões, o chefe do Legislativo quer que elas sejam colocadas em pauta na Ordem do Dia. E, pelo que a reportagem tem acompanhado através do sistema informatizado da Câmara, a medida tem sido seguida.

NA TORCIDA: Ao site “O Antagonista”, o deputado e presidente da frente parlamentar do Turismo, Herculano Passos, disse que torce pela permanência do ministro Marcelo Álvaro Antônio. “Eu estou torcendo para que o ministro supere tudo isso”, disse o parlamentar. Marcelo está sob suspeita no caso de supostas candidaturas laranjas do PSL em Minas.

DESINFETA: A prefeita de Araçariguama, Lili Aymar (PDT), conseguiu liminar na Justiça para anular a cassação de seu mandato. Ela é investigada por pagamento de R$ 40 mil  em aluguel de imóveis que nunca foram usados para abrigar escolas. Ao reocupar o posto, sua cadeira foi desinfetada e houve até oração. O vídeo circula nas redes sociais.

NÃO PEGOU: O Carnaval parece não ter pegado, pelo menos no comércio ituano. Nas lojas da Rua Floriano Peixoto, são poucos os estabelecimentos que entraram no clima. Até confete e serpentina está difícil de achar. Algumas lojas contam com estoque do que sobrou da folia do ano passado, apenas.

OSCAR: Na noite do último domingo (24), a transmissão da cerimônia da 91ª edição do Oscar na Rede Globo contou com o patrocínio da empresa saltense Lojas CEM. A rede varejista exibiu seus comerciais durante os intervalos da atração global, dividindo espaço com a propaganda do catchup Heinz.

FUXISCÓPIO
Giva disse que tem familiares de vereadores pedindo que aumente o número de cadeiras para a próxima legislatura. Segundo ele, argumentam que os parentes na vereança não serão reeleitos. Quem seriam estes?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *