Em busca de uma vida de atleta

O Dia do Atleta Profissional é comemorado anualmente em 10 de fevereiro no Brasil. Desde o dia 24 de março de 1998 que o desporto pode ser considerado uma prática profissional, de acordo com a lei nº 9.615. A data, a ser celebrada amanhã, homenageia todas as pessoas que fazem do esporte a sua profissão. E, nos últimos tempos, muitas pessoas – em busca de melhor qualidade de vida – começaram a tomar gosto por alguma modalidade e hoje tentam até se profissionalizar.

O supervisor de atendimento e suporte técnico Márcio Antonio Cavana Junior, de 24 anos, sempre teve o esporte em sua vida. “Sempre fui fã de esportes, já andei de bicicleta, joguei futebol e fiz musculação, mas com a rotina de trabalho e estudos entre escola e faculdade, acabei ficando muito tempo sem praticar nada”, conta ele. “Foi aí que, passando diariamente pela Avenida Galileu Bicudo, comecei a notar sempre um pessoal correndo e logo foi anunciada a 32º Volta Pedestre, isso em 2016”, prossegue.

Cavana fez a inscrição, porém como não treinava, ficou feliz em conseguir apenas completar a prova. Em 2017, por conta da rotina, não participou da prova, mas em novembro do mesmo ano, começou a correr sempre que dava. “Logo senti que gostava daquilo, pois me fazia relaxar e tirar um tempo para reflexão, foi aí que comecei a levar mais a sério”, comenta. Mesmo com as dores que foram surgindo, ele voltou a correr e, desde que iniciou essa nova “vida de atleta”, já participou de mais de 10 provas, com distâncias entre 5 km e 21 km (meia-maratona).

Márcio Cavana Junior começou a correr há dois anos e tomou gosto pelo esporte. Agora, mira correr uma maratona / Foto – Arquivo Pessoal

Sonhando alto

Agora, ele tem uma meta mais ambiciosa: correr uma maratona. Para isso, foi atrás de melhorar seu tempo. “Conheci alguns alunos que me falaram do trabalho do Alessandro, na Beltrame Assessoria Esportiva, fui até o estúdio e conheci o “Leco”, um mês depois já era seu aluno e começamos um trabalho para treinar corrida, melhorar o tempo dos 21 km e começar uma preparação para os primeiros 42 km”, explica o jovem, que hoje corre cinco vezes por semana e faz trabalhos específicos de fortalecimento, além de seguir uma dieta especial.

O “Leco” é o triatleta Alessandro Beltrame, que começou sua vida esportiva em meados de 2006, com corrida de rua em Itu. A paixão pela corrida e a curiosidade por outras modalidades, como ciclismo e a natação fizeram com que ele se aprofundasse no assunto. Alessandro participou de provas dos mais variados tipos, tais como travessias, ciclismo de estrada e corridas de mountain bike, iniciando no triatlo – prova que reúne corrida, natação e ciclismo – em 2009.

Benefícios da atividade física

A atividade física, mesmo para quem não quer levar uma vida profissional, traz inúmeros benefícios para quem a pratica. Confira abaixo alguns dos benefícios que foram comprovados pela ciência. Lembrando que toda atividade física de maior intensidade deve ser acompanhada por um profissional da área!

– Melhora a qualidade do sono

– Melhora da autoestima

– Previne o sobrepeso e a obesidade

– Aliado contra o tabagismo

– Melhora da vida sexual

– Previne o câncer

– Melhora o raciocínio e a memória

– Traz benefícios cardiorrespiratórios

– Aumenta a massa muscular e reduz a gordura corporal

– Melhora o sistema imunológico

– Contribui para o crescimento e desenvolvimento

– Traz benefícios para a interação com os suplementos nutricionais

– Desacelera o envelhecimento

Começando a correr

Quem nunca correu na vida pode ter dificuldade no começo. Algumas dicas podem facilitar quem está iniciando a vida de atleta. Uma delas é, claro, correr do jeito certo. Isso significa manter uma postura durante a atividade, com o peito ligeiramente inclinado para frente.

Também é recomendado escolher um tênis específico para corrida. Existem sites que podem o auxiliar na hora de comprar o calçado certo para evitar lesões. Iniciar a correr pequenos trajetos e gradativamente aumentar as distâncias é uma outra boa recomendação.

Por fim, considerar correr em grupo – por mais que você goste de desenvolver a atividade sozinho – é uma boa dica para te motivar e estimular. E claro: sempre procure um profissional para auxiliar, como um técnico ou assessor esportivo.

Dicas para se profissionalizar

Alessandro Beltrame, que hoje acumula boa experiência dentro do esporte e atua na área da Educação Física, listou 10 dicas para quem quer começar a se tornar um atleta profissional. Confira:

1 – Tenha paixão pelo que faz;

2 – Coloque seus sonhos acima de tudo, sem se perder no caminho;

3 – Tenha foco e objetivos traçados;

4 – Seja proativo;

5 – Treine com objetivo;

6 – Escute seu coração;

7 – Tenha humildade;

8 – Saiba lidar com as frustrações é aprenda com elas;

9 – Tenha uma família que te apoie;

10 – Não acredite no fracasso.

(André Roedel)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *