Alcoolizado, pároco de Itu causa acidente em rodovia de Cabreúva e deixa feridos

Alcoolizado, pároco de Itu causa acidente em rodovia de Cabreúva e deixa feridos

Na noite do último sábado (12), o padre Edelcio Francisco Ferreira Neto, de 56 anos, pároco da Paróquia de São Camilo de Lellis da cidade de Itu, se envolveu em um acidente de trânsito na altura do Km 83 da Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, no município de Cabreúva.

De acordo com informações, o sacerdote trafegava pela rodovia sentido Itu quando perdeu o controle de seu Chevrolet/Ônix, colidindo contra a traseira de um GM/Celta conduzido por uma mulher que tinha a companhia de um homem. Após o choque, o carro de Edelcio capotou, colidindo contra um alambrado.

Local em que o acidente ocorreu na noite do último sábado (12)/ Foto- Daniel Nápoli

A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar Rodoviária, que constatou que o padre apresentava sinais de embriaguez, como olhos avermelhados, odor etílico e dificuldades para falar, sendo submetido ao teste do bafômetro, que teve como resultado 0,98 mg/l (sendo até 0,33 mg/l permitido pela Legislação).

Na sequência, o pároco recebeu voz de prisão, sendo socorrido e encaminhado até um hospital particular em Sorocaba/SP, com uma fratura no ombro direito, enquanto que os demais ocupantes do segundo carro envolvido foram encaminhados com ferimentos leves ao Pronto Socorro do Hospital São Camilo de Itu.

Após deixar as respectivas unidades médicas, as três partes envolvidas deixaram as unidades médicas ainda no final de semana, comparecendo ao 1º Distrito Policial de Cabreúva, localizado no Distrito do Jacaré, com o padre tendo infringido os artigos 303 e 306, que são crimes de embriaguez ao volante e lesão corporal culposa.

Ao “Periscópio”, o delegado que acompanhou o caso, Dr. Luciano Carneiro de Paiva, disse que o sacerdote foi liberado após prestar depoimento, para que responda ao processo em liberdade. O “JP” tentou contato com o padre Edélcio, porém a secretaria da Paróquia de São Camilo de Lellis informou que o sacerdote se encontra afastado e seguirá sem dar declarações até que o caso seja resolvido.

Já a Diocese de Jundiaí, em nota oficial por parte do padre Márcio Felipe de Souza Alves, informou que acompanha a apuração dos fatos pelas autoridades competentes e, por cautela, o padre Edelcio estará suspenso de suas funções até a conclusão do caso, dizendo ainda estar solidária às pessoas envolvidas no acidente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *