Ex-PMs são condenados a mais de 13 anos de prisão por morte de empresário

Foto – Reprodução/EPTV
Crime aconteceu em uma estrada que liga Indaiatuba a Elias Fausto

Após júri popular realizado na última quinta-feira (27), em Indaiatuba, os ex-policiais militares Adilson Soares e Tiago Pedersoli foram condenados a 13 anos e quatro meses de prisão pela morte do empresário João Carlos Pereira de Lima, no ano de 2010.

De acordo com informações do Portal G1, inicialmente a pena foi estipulada em 16 anos, porém foi reduzida devido a ambos terem admitido a participação no homicídio, ocorrido em uma estrada que liga Indaiatuba a Elias Fausto, com a vítima tendo sido por sete tiros, compreendidos na região da cabeça e do peito.

Na época do crime, investigadores suspeitavam que o crime teria relação com a “Máfia dos caça-níqueis”, já que a vítima, que tinha 36 anos, seria responsável por 36 máquinas do gênero no município de Capivari.

Presos desde abril de 2010, Adilson Soares e Tiago Pedersoli devem cumprir a pena em regime semiaberto, uma vez que permaneceram um período da prisão em regime fechado. Ainda sobre o caso, a condenação é em 1ª instância, com ambos podendo recorrer da sentença.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *