Filho é suspeito de agredir o próprio pai

A noite do último sábado (1º) foi de tristeza para uma família residente na Rua Monsenhor Ezequias Galvão, no bairro Vila Ianni. O motivo: o marceneiro G.A.G., de 37 anos, foi preso suspeito de ter agredido o próprio pai, um aposentado de 72 anos.

Por volta das 18h46, a Guarda Civil Municipal foi acionada para atender a uma ocorrência de agressão e, ao chegar no local, a mesma se deparou com uma empregada doméstica de 42 anos detendo G.A.G., que se encontrava nu.

Na sequência, a guarnição solicitou que a testemunha soltasse o averiguado e que este se vestisse. Enquanto isso, o pai de G.A.G. disse que frequentemente seu filho sai de casa para ingerir bebida alcoólica e/ou drogas e, quando retornava, se encontrava “alterado”, passando a agredir familiares.

O aposentado informou ainda que naquela oportunidade, o marceneiro tentou quebrar objetos da residência e ao ser impedido pelo idoso, este foi empurrado pelo filho em um muro, vindo a sofrer lesões no braço direito.

G.A.G. recebeu voz de prisão, sendo encaminhado ao Plantão Policial da Delegacia Central, permanecendo à disposição da Justiça, enquanto que seu pai foi encaminhado a UPA do bairro Nossa Senhora Aparecida, local em que foi medicado e posteriormente liberado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *