Gazzola anuncia retomada do SAAE e ‘limpeza’ de cargos na Prefeitura

Em entrevista à Rádio Cidade, prefeito eleito também comentou sobre a relação com a nova Câmara de Vereadores e outros assuntos

Em entrevista concedida à Rádio Cidade FM na última terça-feira (4), o prefeito eleito Guilherme Gazzola (PTB) comentou sobre as ações que irá tomar assim que assumir a chefia do executivo ituano. Entre diversos assuntos, Gazzola falou sobre a ‘limpeza’ de cargos que fará na Prefeitura e sobre o retorno do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto).

“Medidas que são fundamentais a serem tomadas: nós precisamos de um forte enfrentamento na questão da saúde e uma rápida intervenção para recuperar o SAAE na cidade de Itu. E, de pronto, fazer uma limpeza dos excessos de cargos, das pessoas que politizaram a Prefeitura. Nós vamos começar a fazer um verdadeiro corte naquilo que chamamos de ‘gordura política’ que tem hoje”, disse.

Gazzola declarou que sua administração irá prestigiar técnicos e funcionários de carreira e, em casos de funcionários com gratificação por mérito, cada caso será analisado. “Nós vamos fazer uma forte valorização do funcionalismo público no seu plano de cargos, carreiras e salários. Cargos de indicação política serão sumariamente exonerados. No meu governo não existirá mamata”, afirmou.

Sobre a volta do SAAE, o prefeito eleito disse que sua administração fará investimentos em reservatórios de água, na gestão e no atendimento à população. “Resgatando o SAAE nós vamos criar um corpo técnico que vai levar essas questões a fundo, com muita responsabilidade”, comentou.

Saúde
Na área da Saúde, Gazzola disse que já marcou uma reunião com representantes do Hospital São Camilo para tentar restabelecer a relação da entidade com a Prefeitura. “Nós iremos dia 11 tentar restabelecer essa relação. Quero retomar, sim, o pronto socorro ao lado do São Camilo e essas conversas já se iniciaram. Vou trabalhar arduamente para isso”.

Gazzola também falou das outras medidas na área. “A Saúde Pública precisa ser revista de uma forma geral. Nós temos um projeto de interligação dos postos de saúde chamado ‘Poupatempo da Saúde’, nós temos como investir em qualificação. Na verdade, diminuir as filas dos postos de saúde”, disse o prefeito eleito, lembrando que tanto ele quanto seu vice têm ligação com a Saúde – Gazzola é cirurgião dentista e Gaiane, médico cardiologista.

Educação
Gazzola falou sobre os desafios no setor educacional que, para ele, foi politizado nos últimos anos. “Ali existe um feudo político. Eu tive acesso a dados importantíssimos e nós vamos desfazer esse feudo. Nós temos uma secretária (Marilda Cortijo) condenada à prisão. Obviamente isso não pode continuar. Nós vamos investir na qualificação do professor, investir na melhor utilização do material didático e trabalhar pedagogicamente todas as fases de ensino”.

Salários mantidos
Questionado se adotaria uma proposta apresentada pela candidata Monica Seixas (PSOL) de redução dos salários de prefeito, secretários e vereadores, Gazzola disse que não irá. “Não pretendo reduzir salário de prefeito e secretários porque isso é demagogia. Na verdade, eles têm que ganhar bem. O que precisa é ter bom prefeito e bons secretários. Então esse discurso demagógico em nosso projeto não cabe”, declarou.

Empregabilidade
Para recuperar os empregos na cidade, Gazzola destacou a instalação do parque industrial e de uma política tributária convidativa. “Nós precisamos devolver a credibilidade à cidade de Itu. A cidade perdeu o crédito em todo esse período em função das relações nada republicanas existentes entre Prefeitura e os empresários”, alegou.

Novo Legislativo
O prefeito também falou sobre a eleição de três candidatos do PTB, Carlota, Luciano do Secom e Macruz. “Os três vereadores foram eleitos em nome do partido, isso é fundamental. Não existe nenhum vereador que especificamente teve a sua eleição sozinha. Os votos que elegem são os votos do partido. Nós esperamos que haja um alinhamento em função do partido em que foram eleitos. Não vejo nenhum problema com dois deles, mas com certeza teremos os três”, disse.

A nova composição da Câmara de Vereadores – que teve renovação de quase 85% – também foi tema da entrevista de Gazzola. “Já conversei com alguns dos outros eleitos. Eu não imagino que eles queiram fazer uma oposição à Itu. Porque ao nosso governo não existe a necessidade de se fazer oposição”, alegou. “Nós vamos ter uma relação republicana com todos eles e eu espero que bons projetos sejam aprovados e projetos que tenham que ser discutidos, que sejam discutidos”.

Vice e secretariado
O papel do vice-prefeito, Dr. Caio Gaiane (Rede), também foi discutido na entrevista. Gazzola elogiou seu parceiro de chapa, enaltecendo suas qualidade. “Óbvio que o cargo de vice é um cargo de expectativa, mas pela qualidade, pela competência e pelo grande conhecimento do Caio, ele será também um membro importante da administração”.
Gazzola ainda disse que não definiu nenhum nome para o seu secretariado. “Nada foi definido, não existe nenhuma indicação de secretário e nem de diretores. Isso eu farei com muita serenidade. Tenho até o dia 31 de dezembro para fazer”, comentou o prefeito eleito, que pretende reduzir o número de secretarias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *