Herculano diz que presidente Temer apoia a legalização dos jogos de azar

Alegação é que medida iria aumentar as receitas da União, além de ser um estímulo ao turismo

A legalização dos jogos de azar no país deu mais um importante passo nesta semana. Reportagem publicada na última terça-feira (17) pelo jornal “Folha de São Paulo” destaca que o assunto já sensibiliza os ministros do governo Michel Temer. De acordo com a matéria, a justificativa é que a medida iria aumentar as receitas da União.
A proposta, que poderá ser apresentada em breve, é que a legalização inclua bingos, cassinos e o jogo do bicho. “Hoje o jogo existe de forma clandestina e sem gerar qualquer benefício para o Estado”, destacou o ministro do Turismo Eduardo Alves.

Ele cita ainda que a legalização dos jogos de azar seria um estímulo ao turismo e à retomada da atividade econômica.
Embora deixe claro que não se trata de uma “posição do governo”, caberá ao secretário de Governo, Geddel Vieira Lima, fazer a transição entre o governo Temer e o Congresso Nacional.

Temer aliado
Para o deputado federal ituano, Herculano Passos, que defende a legalização dos jogos de azar, o presidente Michel Temer é um aliado. “O presidente Temer é simpático à causa. Tivemos uma conversa há cerca de 30 dias e ele viu a ideia com bons olhos. Estou otimista, acho que o momento é muito propício à legalização. A maioria dos deputados com quem eu converso é favorável, mas o apoio do presidente será fundamental”, relatou Herculano.

A reportagem enfatiza ainda que o ministro Henrique Alves vê a legalização do jogo como “uma nova CPMF”, pois a liberação pode gerar até R$ 20 bilhões por ano à União.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *