Itu não apresenta risco de proliferação do mosquito Aedes aegypti

Divulgado recentemente, o Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo mosquito Aedes aegypti, promovido pelo Ministério da Saúde, apontou que, no Estado de São Paulo, 250 municípios estão em situação de alerta ou risco de surto de dengue, zika e chikungunya.

Dessas cidades, 208 estão em alerta e 42 em risco de surto das doenças. Outras 388 se encontram em situação satisfatória e outras cinco utilizaram armadilha (metodologia realizada quando a infestação do mosquito é muito baixa ou não existe).

Itu é um dos municípios do Estado de São Paulo que não apresenta nenhum risco em relação à proliferação do Aedes aegypti, ao lado de Araçariguama, Alumínio, Araçoiaba da Serra e Campo Limpo Paulista.

Das cidades da região, se encontram em alerta Salto (com índice de 1,5), Porto Feliz (1,5), Cabreúva (2,8), São Roque (1,1) e Sorocaba (3,3). Lembrando que o município é considerado em estado de alerta quando o Índice de Infestação Predial está entre 1% e 3,9% e passa a ser de risco a partir de 4%.

Aprimoramento
Com o intuito de manter Itu sem o risco de surto de dengue, zika e chikungunya, a Prefeitura promoveu no último dia 4 de dezembro, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, a entrega de tablets aos agentes de controle de vetores.

De acordo com a administração municipal, o uso da tecnologia irá agilizar o lançamento dos dados e, consequentemente, o trabalho de atendimento a casos suspeitos, auxiliando no combate ao foco do mosquito Aedes aegypti(Daniel Nápoli)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *