Itu: trabalhos da Câmara são retomados de forma tranquila e sem Ordem do Dia

Sessão contou com participação de novo reitor do CEUNSP e somente leitura do expediente. Presidente facultou a palavra aos edis

 

Os trabalhos legislativos da Câmara Municipal de Itu em 2018 tiveram início oficialmente nesta segunda-feira (05) com a primeira sessão ordinária, apesar de boa parte dos edis já estarem atendendo a população desde o começo do mês de janeiro. E os trabalhos foram retomados de forma tranquila.

Sem projetos na Ordem do Dia, os edis apenas votaram requerimentos e moções, tendo ainda a leitura de diversas indicações – foram tantas que muitas ficaram para a próxima sessão devido ao tempo –, correspondências e projetos de lei que entraram no mês passado. O expediente ainda contou com a participação do novo reitor do CEUNSP, o ituano Ricardo Calegari – leia mais nesta página.

Logo após a leitura do expediente, que terminou às 20h, o presidente Mané da Saúde facultou a palavra aos edis. Dos 13, apenas Maria do Carmo Piunti e Reginaldo Carlota (este último, ausente) não se pronunciaram. Ou seja, somente quem falou foram os vereadores que fazem parte da chamada situação.

A maioria desejou um bom trabalho aos colegas e também pontuou alguns assuntos. Em sua fala, Dito Roque enfocou a Reforma da Previdência que, segundo ele, “não vai passar se Deus quiser”. Já Givanildo Soares, o Giva, elogiou as festividades de aniversário da cidade e cutucou aqueles que fizeram críticas. “As pessoas falam, falam e falam, mas vivem de Itu”, declarou o edil.

Wilson da Farmácia fez saudações e comentou sobre um curso que ajudou a trazer para a cidade. Já Macruz fez uma espécie de mea culpa do governo, falando que a atual administração acertou em muitas coisas, mas pecou em não se aproximar da população. “Falta um contato maior com a população, falta conversar um pouco mais. E publicizar os atos públicos”, disse o vereador governista.

Já José Galvão elencou as inaugurações promovidas pela Prefeitura no aniversário da cidade, parabenizando a administração e também o bairro Cidade Nova pelos 30 anos. O vice-presidente Thiago Gonçales destacou como as “coisas mudam” em um ano e o conhecimento adquirido em seu primeiro ano como vereador. “Na política a gente recebe mais críticas do que elogios”, disse o edil, reforçando que a palavra “corrupção” não estavam nessas críticas.

Assim como Galvão, Normino da Rádio parabenizou pelos 30 anos do bairro Cidade Nova, onde reside, e falou que o ano está só começando. Já Luciano do Secom, agora ex-líder do Governo, disse ter convicção que neste ano o prefeito Guilherme Gazzola vai conseguir fazer muitas coisas. Ele também voltou a falar dos motivos que o fizeram deixar a liderança. Em sua vez, Sergio Castanheira agradeceu por iniciar mais um ano legislativo e fez votos de sucesso para todos os colegas.

Henrique de Paula pediu mais respeito no plenário e também para com a população ituana. “Discussões vão acontecer porque a gente vive num país democrático, mas a educação e o respeito têm que prevalecer”, apontou. O edil ainda disse sobre pessoas que pregam a política do “quanto pior, melhor”. “Tenho certeza que a maioria dessas pessoas serão candidatos nas próximas eleições”.

Fechando os discursos, Mané da Saúde agradeceu e disse estar honrado de presidir a primeira sessão de 2018. “Tenho certeza que vai ser um ano bom”, desejou. O presidente também fez agradecimentos, principalmente à imprensa. “A imprensa tem sido leal com a gente, porque a gente sabe que existe aquela imprensa que a gente fala ‘A’ e eles publicam ‘G’. Mas esse ano a imprensa tem sido muito leal”, declarou o vereador.

Por conta das comemorações do Carnaval, a Câmara Municipal terá ponto facultativo na segunda e na terça-feira, retornando aos trabalhos na quarta-feira e com a próxima sessão sendo realizada na quinta-feira (15), a partir das 18h.

 

Um comentário em “Itu: trabalhos da Câmara são retomados de forma tranquila e sem Ordem do Dia

  • 7 de fevereiro de 2018 em 22:43
    Permalink

    Monte de lixo. Pode ficar em casa não muda nada. Povo burro reeleger esses inúteis que não fizeram nada e não vão fazer nada. Itu morreu bosta de cidade abandonada. E esses vermes fazem oque. Nada.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *