Ituanas embarcam para o Panamá para participar da Jornada Mundial da Juventude

Por Beatriz Pires

Jovens com o Bispo Diocesano de Jundiaí, Dom Vicente Costa / Foto – Arquivo pessoal

De 22 a 27 de janeiro acontece a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), no Panamá. Desde sua instituição, feita pelo Papa João Paulo II em 20 de dezembro de 1985, será a primeira vez que acontecerá na América Central. O evento reúne jovens do mundo inteiro e, este ano, jovens ituanas estarão embarcando para participar desse grande momento que não recebe apenas a presença de católicos, mas também de outras denominações.

A Paróquia de São Luiz Gonzaga, pastoreada pelo padre Fernando Augusto Meira, enviará três jovens, entre elas a assistente de TI, Amanda Dias da Silva, que participará da Jornada pela segunda vez. “A primeira vez foi no Rio de Janeiro em 2013, já com o Papa Francisco. Foi uma experiência marcante como cristã na minha vida estar na presença dos irmãos, em oração, ver o Papa Francisco. Isso nos ajuda a renovar a fé e os bons propósitos”, ressalta.

Para o Panamá, Amanda irá com mais duas pessoas. “Minha irmã Melissa, de 22 anos, que é acólita em nossa Paróquia e nossa amiga e irmã de comunidade Andressa, 18, que é salmista em nossa Paróquia”. Para conseguirem fazer a viagem, as jovens buscaram o auxílio de muitas pessoas.

“Tivemos ajuda de toda nossa Paróquia, de pessoas que nos ajudaram diretamente, para isso escolhemos padrinhos e madrinhas. Também pessoas que nos ajudaram indiretamente no projeto, como nossa comunidade, além de todas as outras pessoas, familiares, amigos e namorado que também colaboraram com ações como venda de pastéis, brigadeiros, doces após as missas, bazar da pechincha, rifas, além de doações que ganhamos”, relata.

Depois de tanta espera e esforços para conseguirem fazer a viagem, as expectativas são altas. “Minha expectativa para a JMJ no Panamá é além de renovar a minha fé como cristã, orar por meus irmãos, por minha comunidade, pelos jovens, pelo Brasil, pelas intenções do nosso Papa, trocar experiências, conhecer novas pessoas, aprender uma nova cultura, uma nova língua, sentir a presença de Deus na minha vida e transmitir a caridade”, diz Amanda.

Como tradição, os jovens que participam da JMJ costumam trocar lembrancinhas e Amanda, Melissa e Andressa não ficarão de fora. “Estamos levando chaveiros com desenhos do Brasil, que lembram nosso país, e passamos nosso contato para que possamos interagir com pessoas de todo o mundo”, diz. As jovens embarcaram sexta-feira (18) e retornam ao Brasil no próximo dia 29.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *