Ituano: das decisões, a mais importante

Gabriel Taliari tem sido um dos grandes nomes do Ituano na temporada (Foto: Miguel Schincariol/Divulgação)

Abrindo o returno da segunda fase da Série C no Grupo C, o Ituano, que vem de derrota em casa diante do Santa Cruz, vai encarar o mesmo adversário, mas desta feita em Recife/PE no domingo (03/01), às 18h.

 Das “seis decisões”, esta será a quarta, mas se reveste de uma importância gigante, já que se vencer, o sonho do acesso estará mais vivo que nunca e se for derrotado, tal sonho poderá virar um pesadelo.

 Vinícius Bergantin não poderá contar com o experiente Paulinho Dias, que cumprirá suspensão pelo vermelho recebido no último sábado (26). Para a posição, o Lorde tem duas opções naturais: Corrêa e Felipe Manoel.

 A maior mudança, entretanto, terá de ser no ânimo, na motivação dos jogadores em campo. O Ituano terá que encarar esse jogo como uma verdadeira final de campeonato e o fato de o jogo acontecer sem a presença da torcida, é um grande handicap. A gigantesca e fanática torcida não estará nas arquibancadas, mas certamente estará no entorno do Arruda e não será de duvidar que esteja procurando tirar a concentração da rapaziada no hotel, caso o Ituano se hospede em Recife.

 Então, o Ituano terá de entrar com 100% de foco e concentração e 200% de garra e gana, sabendo que uma vitória não só o coloca na cara do acesso, como passa a dificultar tremendamente a vida do Cobra Coral.

 Chegou a hora de o Galo mostrar suas esporas e apresentar-se, definitivamente, como o grande clube que é no interior paulista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *