Jeep Gladiator 2020 entrega combinação de características intrínsecas da marca

Gladiator combina a lendária capacidade 4×4 com o design autêntico criado sobre o valioso patrimônio das picapes Jeep/ Foto – Divulgação/Jeep

Desenvolvido sobre a rica herança das robustas picapes da marca, o novo Jeep Gladiator 2020 entrega uma combinação de utilidade e características intrínsecas da marca Jeep. “Indiscutivelmente uma picape e imediatamente reconhecível como Jeep, o Gladiator representa o que há de mais novo em veículos preparados para levar a cabo todo tipo de aventuras ao ar livre”, afirma Tim Kuniskis, chefe da marca Jeep para América do Norte.

“Em todos os lugares nos deparamos com um extraordinário interesse por um veículo tão exclusivo como este, tanto por parte de nossos clientes mais leais como de compradores de picapes. Como herdeiro de uma valiosa linhagem de confiáveis picapes Jeep, o Gladiator combina robustez, funcionalidade e versatilidade, resultando na picape média mais capaz da história”, completa o executivo.

O Jeep Gladiator 2020 estará disponível em quatro acabamentos: Sport, Sport S+, Overland e Rubicon. Produzido em Toledo (EUA), o novo Gladiator chegará às concessionárias norte-americanos da Jeep no segundo trimestre de 2019.

O novo Gladiator parte de um robusto e, ao mesmo tempo, elegante desenho que se mostra imediatamente familiar graças às tradicionais características de identidade Jeep. A equipe de design manteve a lendária grade de sete fendas do Wrangler, desta vez mais largas para aumentar o fluxo de ar e ajudar o motor, aspecto importante com o incremento da capacidade de reboque. A parte superior da grade está suavemente inclinada para melhorar a aerodinâmica.

Painel do Jeep Gladiator Rubicon 2020/ Foto – Divulgação/Jeep

As versões Overland e Rubicon oferecem, como opção, faróis dianteiros e de neblina de LED que proporcionam uma nítida luz branca e enriquecem o estilo do Gladiator. Os veículos com LED contam também com luzes de circulação diurna (DRL) que formam uma auréola ao redor dos faróis. Os indicadores de direção dianteiros estão na frente dos para-lamas trapezoidais. Atrás, as tradicionais lanternas quadradas, que também podem ser de LED, ladeiam a tampa traseira, que tem trava elétrica e três posições de abertura.

O interior do novo Jeep Gladiator 2020 combina estilo exclusivo, versatilidade e conforto. Materiais de alta qualidade e acabamento preciso proliferam por toda a cabine. O console central inspirado pela herança da Jeep exibe design limpo e esculpido que complementa o quadro de instrumentos, com detalhes que variam de acordo com a versão.

No lançamento, o novo Jeep Gladiator será impulsionado por um único motor: o conhecido e premiado Pentastar V6 de 3,6 litros, a gasolina. Ele entrega 289 cv de potência, 35,9 kgfm de torque e conta com o sistema Stop-Start. Ele proporciona ampla escala de torque, com ênfase em baixas rotações, aspecto crucial no fora de estrada extremo. O câmbio manual de seis marchas será padrão no Pentastar, com a caixa automática de oito velocidades como opcional.

A segurança e proteção dos ocupantes foram primordiais no desenvolvimento do novo Jeep Gladiator 2020, o que se reflete nos mais de 80 componentes de segurança ativa e passiva disponíveis. Entre eles: monitoramento de pontos cegos, sensor de rota transversal de ré (Rear Cross Path), câmera dianteira off-road, câmera traseira ParkView com linhas dinâmicas, controle adaptativo de velocidade (ACC) e controle eletrônico de estabilidade (ESC) com mitigação eletrônica de capotamento.

Tradição em picapes

O novo Gladiator 2020 é a última expressão de uma longa história de picapes Jeep iniciada em 1947, quando a Willys-Overland lançou uma picape de uma tonelada com tração 4×4 baseada no CJ-2A. O Jeep Gladiator vai dar continuidade aos mais de 50 anos de tradição alicerçada pelos seguintes modelos (com os respectivos anos de produção nos EUA):

>>> Jeep Pickup: 1947 a 1965

Uma picape com 2,99 m de distância entre os eixos que teve poucas mudanças ao longo de sua trajetória. Foi a primeira tentativa da Willys para diversificar a marca Jeep a partir do CJ. Teve fabricação no Brasil entre as décadas de 1960 e 1980 e foi o primeiro vencedor do prêmio Carro do Ano, da revista Autoesporte, em 1966.

>>> Jeep FC-150/170 Pickup: 1957 a 1965

Com cabine sobre o eixo dianteiro, a série Forward Control (FC) foi criada para o trabalho, com entre-eixos de 2,06 m para o FC-150 e de 2,63 m para o FC-170. Alguns FC-170 tiveram rodado traseiro duplo e câmbio de quatro marchas.

>>> Jeep Gladiator/J-Series: 1963 a 1987

Baseada no Wagoneer, o Gladiator estreou em 1963 com entre-eixos de 3,05 m (J-200) ou 3,20 m (J-300) e caixa de transferência Dana 20 e eixos Dana 44. O nome Gladiator foi retirado em 1972.

>>> Jeep CJ-8 Scrambler: 1981 a 1985

Lançado em 1981, o Scrambler foi um Jeep similar ao CJ-7 mas com distância entre os eixos maior. Conhecido internamente como CJ-8, teve versões de teto rígido e de lona. Menos de 30.000 unidades foram produzidas, o que o faz muito desejado entre os colecionadores.

>>> Jeep Comanche (MJ): 1986 a 1992

Feito sobre a plataforma do Cherokee e com equipamento equivalente, a picape recebeu uma caçamba de 1,83 m em 1987. Os últimos modelos ofereceram sistemas de tração 4×4 Selec-Trac e Command-Trac.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *