A manutenção dos pneus pode influenciar no gasto com combustível

Foto: Divulgação

Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP), o preço do combustível já subiu oito vezes neste ano, o que causou dificuldades no bolso dos motoristas. Mas algumas pequenas atitudes, como a manutenção dos pneus dos veículos, podem fazer com que o abastecimento do automóvel saia mais em conta.

Reparos e manutenções preventivas nos pneus dos veículos podem ajudar a reduzir o consumo de combustível. Isso ocorre porque, como em qualquer meio de transporte, é necessária uma força. No caso dos automotivos, esta força vem do funcionamento do motor alimentado por gasolina, etanol, gás e até mesmo eletricidade.

Confira algumas medidas a serem tomadas para que o gasto de combustível seja reduzido:

  • Calibragem: quando um pneu está vazio, há mais atrito com o pavimento. Isso faz com que o motor aplique mais força para deslocar o carro, logo, utilizando mais combustível. Por outro lado, caso o pneu esteja cheio demais, haverá maior desgaste, aumentando a resistência à rodagem e a taxa de energia gasta de forma desnecessária;
  • Ressulcagem: este é o processo no qual os sulcos originais dos pneus são mais aprofundados, permitindo o aumento da vida útil do pneu enquanto a resistência ao rolamento ainda é baixa;
  • Rodízio: além de ser uma medida preventiva de segurança, o revezamento dos pneus ajuda a reduzir o consumo de combustível;
  • Alinhamento: quando o veículo está desalinhado, ou seja, com uma das rodas tortas em relação a outra, o motor aplicará mais força para que o automóvel se locomova, acarretando em um maior consumo de combustível. Alinhar o carro é uma boa forma de economizar gasolina e prevenir acidentes;
  • Balanceamento: este processo, que equilibra o conjunto de pneus através da aplicação de pesos nos aros das rodas para que todas estejam balanceadas, evita que o carro trepide e oscile durante a condução. Um carro não balanceado é um carro que terá os pneus deformados mais velozmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *