Mulher é pega com contrabando de munições em Itu

Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária

Na tarde da última quinta-feira (28/11), a Polícia Rodoviária Federal interceptou um ônibus, no km 74 da Rodovia Castelo Branco, procedente de Foz do Iguaçu/PR com destino a São Paulo.

Ao verificar o interior do coletivo, os policiais foram até o banheiro, onde acabaram encontrando no lixo, em meio a papéis usados, um blister (embalagem) contendo 20 munições de fuzil calibre 556. Ainda no banheiro, escondidos atrás de uma estrutura de fibra, mais blisters contendo a mesma munição.

Diante dos fatos, os policiais passaram a revistar todo o ônibus encontrando no interior do tecido de algumas poltronas, farta quantidade de munições do mesmo calibre, totalizando 500 munições. Assim, os passageiros foram retirados do coletivo.

Os policiais, entretanto, desconfiaram das atitudes de uma outra pessoa, em outra poltrona que, abordada, passou a dar informações desconexas, bem como não soube explicar como estava viajando a dias, sem qualquer bagagem. A mulher identificada como J. D. S. de S., cujos documentos são do Rio de Janeiro, acabou confessando ser responsável pelo transporte das munições.

Ela alegou que estava a serviço de um PM e um Policial Civil do Rio de Janeiro, local de destino da carga ilícita. A mulher disse ainda que o coletivo já havia passado por fiscalização por agentes do Paraná que, entretanto, não haviam localizado as munições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *