Mulheres promovem ato de repúdio ao abuso e violência contra a mulher em Itu

Por Nayara Palmieri

Coletivo Las Tesis realiza performance no Centro de Santiago, capital do Chile, no último dia 25 de novembro Foto: Reprodução/YouTube/NOA

“Un violador en tu camino” (um estuprador no seu caminho), também conhecida como “o estuprador é você”, é o título da música que vem ecoando pelo mundo através de vozes femininas. 

A música tem como base os textos da antropóloga feminista argentina Rita Segato, e sua letra não teme em apontar os algozes: “O estuprador é você. São os policiais. Os juízes. O Estado. O presidente. O estado opressor é um macho estuprador”, cantam as mulheres de olhos vendados e com tom enraivecido.

Foi em novembro de 2019 que dezenas de mulheres chilenas se concentraram na Praça Aníbal Pinto, em Valparaíso, para entoarem pela primeira vez a música com os dizeres “e a culpa não era minha, nem onde estava, nem como me vestia”.

Agora chegou a vez das mulheres ituanas protestarem contra o machismo e o abuso sofrido diariamente. No dia 25 de janeiro, sábado, às 15h, na Praça do Carmo, próximo à fonte, mulheres da cidade de Itu e região se encontrarão para aderir ao movimento.

Michelle Duarte, uma das organizadoras do evento em Itu, conta que a ideia de trazer o movimento pra cidade surgiu depois de acompanhar a crescente onda de violência contra a mulher na região metropolitana de Sorocaba, e em como as mulheres ainda têm dificuldade em denunciar, e ter seus direitos garantidos. 

“Quando a mulher consegue ir até uma delegacia, ela sofre outra agressão, verbal e às vezes psicológica, por quem é atendida. E o ciclo é sempre o mesmo, sair de lá se sentindo mais culpada sobre o que aconteceu”, declara Michelle. “É uma das maneiras de se colocar em pauta como as políticas públicas para as mulheres aqui em Itu ainda não são 100% eficazes”, finaliza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *