Museu da Música dedica eventos em memória de Anna Escobar

Vários eventos marcam o centenário de nascimento da pianista Anna Escobar de Moraes Lima, sobretudo relacionados à sua atuação como educadora, pianista, memorialista no contexto cultural da cidade e região. A ela se deve o início das atividades de pesquisa musicológica em Itu, sobretudo da obra sacra do compositor Elias Álvares Lobo, na década de 1980.

Anna Escobar nasceu em Cabreúva a 18 de março de 1921 e fez seus estudos no Colégio Nossa Senhora do Patrocínio. Foi casada com o médio Deodoro de Moraes Lima, vivendo por trinta anos em São Paulo. Após aposentar-se voltou a Itu, quando interferiu de forma positiva e significativa nos meios culturais, projetos sociais e engajamento religioso.

Donanna, como era chamada pelos alunos e amigos, foi uma batalhadora pela preservação da memória e do patrimônio cultural da região. Sua biblioteca e arquivo estão preservados no Museu da Música – Itu. Faleceu em 13 de fevereiro de 2001 e foi sepultada em sua terra natal.

Para lembrar a data, neste sábado (13), dois eventos serão realizados. Representantes da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Cabreúva e do Museu da Música – Itu depositarão flores sobre o seu túmulo, em Cabreúva. Às 18h será celebrada Missa na Igreja do Bom Jesus (Itu), com a participação do Coro do Bom Jesus, que ela dirigiu por treze anos, cantando obras musicais de Elias Lobo e do arquivo do próprio Coro.

As celebrações transcorrerão por todo o ano, com exposições e encontros culturais virtuais, concertos e publicações. Também tomam parte das celebrações o  Instituto Cultural de Itu, a Igreja do Bom Jesus através de sua Biblioteca Histórica, o Coral Vozes de Itu e a Academia Ituana de Letras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *