Nos pênaltis, Ituano é eliminado pelo Guarani

Sentindo a falta de Pacheco, mas principalmente de Corrêa, o Ituano encontrou muitas dificuldades diante do Guarani na tarde/noite desta quarta-feira (29), em Osasco, mas empatou com o Guarani em 1×1, levando o jogo válido pelas quartas de final do Troféu do Interior para as penalidades. Foi quando o Guarani foi menos incompetente e venceu por 11×10 , com requintes de crueldade.

Gabriel Barros fez o gol que levou a decisão para as penalidades (Foto: Miguel Schincariol/Ituano FC)

O jogo – Diferente do que havia apresentado diante do Santo André, na vitória por 3×1, desta vez o Ituano não reeditou uma boa jornada. Pacheco ficou fora cumprindo suspensão automática e Corrêa, por uma mialgia, não entrou em campo.

O Guarani  abriu a contagem logo aos 5 minutos, com Vaguininho e depois não quis se arriscar muito. Limitou-se a administrar o marcador, mesmo tempo praticamente todo o jogo pela frente.

O Ituano perdeu o comando do meio de campo e, mesmo tendo bom volume de jogo, não soube transformar essa superioridade em gol. Taliari ficou muito isolado na frente e sentiu falta de um companheiro para tabelar.

Aos 32 minutos, Gabriel Barros, oportunista e bom de bola, chegou ao empate, premiando a equipe que mais procurou o gol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *