Pedidos de votos e até volta da monarquia marcam Desfile da Independência em Itu

Participação do Exército foi um dos principais momentos do desfile/ Foto – André Roedel
Jovens tiraram ‘selfies’ com candidatos integrantes do Movimento Brasil Livre/Foto – André Roedel

O desfile em homenagem aos 196 anos da Independência do Brasil foi de resgate do sentimento cívico, campanha eleitoral e até pedidos de volta da monarquia. Na bela e quente manhã da última sexta-feira (07), milhares de pessoas compareceram para prestigiar o evento organizado pela Prefeitura de Itu, com participação de escolas municipais e particulares, clubes de escoteiros e forças armadas como Exército e Polícia Militar.

Diversos políticos estiveram presentes na Avenida Octaviano Pereira Mendes (a Marginal, local do desfile). A deputada estadual Rita Passos (PSD), acompanhada de seus apoiadores, marcou presença. Também fizeram campanha integrantes do partido Novo (incluindo o candidato Eduardo Ortiz) e membros do PT local.

As “estrelas” entre os candidatos foram os candidatos a deputado estadual Arthur do Val (do canal “Mamãe Falei”) e a deputado federal Kim Kataguiri, ambos do DEM e integrantes do MBL (Movimento Brasil Livre). Em campanha com seus assessores, os dois eram parados a cada metro por eleitores – em sua maioria jovens – em busca de uma ‘selfie’.

Volta da monarquia

Entre os milhares de cidadãos que acompanhavam o desfile, chamava a atenção um pequeno grupo. Com camisas escrito “Direita São Paulo” – um grupo que, no Facebook, se autodenomina uma “organização civil que luta pelo resgate dos valores conservadores” – e empunhando bandeiras do Brasil império, eles pediam a volta do regime monárquico no País.

“Eu vou usar as palavras do próprio Dom Bertrand (príncipe de Orleans e Bragança, um dos líderes do movimento de restauração da monarquia brasileira): não se acha um brasileiro que fale de boca cheia que a República deu certo. A gente entende hoje que o nosso sistema de governo está falido”, disse o líder de produção Antonio Schanoski, de 27 anos. “A volta da monarquia, inspirada nas monarquias que ainda existem no mundo, como a Inglaterra e o Japão que são países de primeiro mundo, nos inspira a desejar algo melhor para o Brasil nessa linha também”.

Resgate cívico

Autoridades municipais prestigiaram o evento, como o presidente da Câmara Municipal, Manoel Monteiro Gomes (PRB), e o prefeito de Itu, Guilherme Gazzola (PTB). Questionado se a proximidade das eleições resgatou um sentimento patriótico nas pessoas, o chefe do Executivo ituano disse que o “patriotismo é um ponto fundamental”.

“O otimismo com o País, o Estado e a cidade que você vive é fundamental. A gente tem que amar o lugar onde a gente vive”, declarou Gazzola, destacando a ordem do evento, a organização e a presença das escolas. “Melhor impossível, cada ano melhor”.

Já o comandante do Regimento Deodoro (Quartel de Itu), Tenente Coronel Ricardo Alves Pereira, destacou a ligação do Exército com o tradicional desfile. “Esse sentimento de nacionalidade, de patriotismo, se iniciou ali (na batalha dos Guararapes, ocorrida em Pernambuco no século 17)”, destacando a integração civil aos militares no evento. (André Roedel)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *