>> Periscópio Entrevista: Ator e diretor Juliano Mazurchi declara: “A ideia é a gente buscar coisas novas”

Ator e diretor iniciou novos projetos para evoluir trabalho no Grupo Nósmesmos/ Foto – Daniel Nápoli

Na tarde da última quarta-feira (07), o “Periscópio” recebeu a visita do ator e diretor Juliano Mazurchi, que na oportunidade falou sobre os 15 anos do Grupo Nósmesmos, bem como dos projetos da companhia e pessoais.

No terceiro ano em que o grupo se encontra com um teatro no Unicenter ( Avenida Prudente de Moraes, 210, Vila Nova), Mazurchi comenta que o amadurecimento de seus companheiros de teatro, assim como o próprio, fazem toda a diferença para um crescimento. “Depois de um tempo, você acaba adquirindo uma consciência maior do seu papel, do seu trabalho, tanto na cidade como em âmbitos maiores”.

O ator reforça: “O fato de buscarmos sempre a inovação, a renovação, isso é um coisa que está permeando o grupo, de não estagnar, de estar o tempo todo achando novas fórmulas de se fazer a arte. Tanto como criador do espetáculo como também produtor do espaço do Teatro Nósmesmos”.

Pensando nisso, Juliano resolveu se renovar, individualmente, tendo ingressado no grupo Centro de Pesquisa Teatral do diretor Antunes Filho, que, aos 88 anos de idade, tendo 65 anos de carreira, segue como um dos maiores diretores do país.

“É um grupo que está desde a década de 80, há mais de 30 anos em evidência, e o Antunes está na ativa ainda. A gente pega isso como exemplo”, comenta Juliano que, com entusiasmo, explica a importância do curso, que tem duração de quatro meses. “Em números de horas é bem considerável, é como se fosse uma pós-graduação do teatro. É um curso difícil de entrar, muito concorrido. Você passa por várias etapas. De mais de mil inscrições recebidas, participam 20 de todo o Brasil”.

O conhecimento ali adquirido, de acordo com o ator e diretor, será de fundamental importância para suas pretensões. “O fato de eu estar lá conhecendo da fonte dele é muito gratificante. É algo que não vou guardar só pra mim, vou aplicar como professor, vou transmitir para as pessoas que vão fazer teatro conosco, que a gente chama de centro de treinamento teatral. A gente divide o teatro e os cursos e oficinas”.

Com o projeto do curso, atrelado ao Nósmesmos, Mazurchi explica como serão os novos projetos, os próximos passos do grupo na cidade. “A ideia é a gente buscar coisas novas para passar isso para nossas turmas. E também fazer contatos e trazer pessoas que possam vir para cá para dar cursos como no caso está acontecendo”.

Entre as novas ideias, estão previstos quatro grupos de estudos (oficinas) durante o ano, com mudança de tema a cada dois meses, além de trazer para o espaço novas peças e retornar com outras peças em cartaz, além de trazer grupos de fora de Itu, bem como promover a união de outras companhias do município para apresentações no Teatro Nósmesmos. “É importante esse intercâmbio, tanto para os atores quanto para o público, que sempre terá algo novo”, finaliza Juliano. (Daniel Nápoli)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *