Polícia Militar prende ex-presidente da Câmara de Itu por posse ilegal de arma

Polícia Militar prende ex-presidente da Câmara de Itu por posse ilegal de arma

Momento da chegada do ex-vereador para a Audiência de Custódia no Fórum/ Foto – Daniel Nápoli

A Polícia Militar prendeu em flagrante, na noite da última segunda-feira (14), o ex-presidente da Câmara Municipal de Itu, Marcus Aurélio Rocha de Lima, o Marquinhos da Funerária, por posse ilegal de arma de fogo. O revólver calibre 38 foi encontrado em seu imóvel no bairro Chácaras Reunidas Ipê.

De acordo com informações, o caso ocorreu por volta das 21h25, com a mulher de Marquinhos, a ex-secretária de Serviços Funerários Rita de Cássia Almeida da Silva, acionando a PM para retirar seus pertences da residência do casal, situada no Parque Nossa Senhora da Candelária. Segundo boletim de ocorrência, Rita informou aos policiais que o ex-vereador a ameaçava constantemente.

Quando os policiais chegaram ao local, Rita informou também que o ex-edil teria um revólver e munições num sítio de propriedade dos dois. Marquinhos, que havia acabado chegar na residência, a princípio negou a existência do armamento, mas, após falar com seu advogado, admitiu a propriedade.

Já no sítio, Marquinhos então indicou à PM o local em que o revólver de numeração raspada, com três munições intactas, estava. As autoridades ainda apreenderam 40 munições calibre 38 e duas calibre 22.

Marquinhos então recebeu voz de prisão, sendo encaminhado para a Delegacia Central para as devidas providências, tendo passado na tarde de ontem (15) por audiência de custódia. Ele foi liberado após pagamento de fiança no valor de 4 salários mínimos para que responda ao processo em liberdade.O “Periscópio” esteve presente no Fórum de Itu, porém Marquinhos não se pronunciou a respeito do caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *