Prefeitura e CIS iniciam obras do Sistema Pirajibu e anunciam outras intervenções

Foto – Daniel Nápoli
Durante entrevista coletiva, Guilherme Gazzola explicou a respeito das intervenções que serão realizadas

Em coletiva de imprensa realizada na tarde da última segunda-feira (14),no gabinete da Prefeitura de Itu o prefeito Guilherme Gazzola anunciou que a administração municipal e a CIS – Companhia Ituana de Saneamento – , iniciaram os trabalhos para a conclusão do Sistema Pirajibu.

A operação, que atenderá toda a região do Pirapitingui, beneficiando aproximadamente 40 mil pessoas, contempla de casa de bombas, cabine elétrica e conclusão de 2,2 quilômetros de duas adutoras, sendo uma tubulação para passagem de água bruta e outra para distribuição de água tratada, com passagem pela Rodovia Castello Branco.

A captação será de mais de 117 litros por segundo de água para o abastecimento dos munícipes, em qualquer período do ano. Além disso, a CIS também fará a setorização de toda a rede de distribuição do Pirapitingui, garantindo mais eficiência no sistema.

No entanto, a execução das obras do Sistema Pirajibu vai impactar o abastecimento da população, por alguns dias. “Desde março deste ano estamos aguardando a liberação dos recursos para realizarmos mais esta obra no Pirapitingui. Com o contrato assinado no dia 9 de outubro, não poderíamos perder mais tempo. As obras começam imediatamente. Teremos transtorno em alguns dias, mas com muito trabalho e coragem superaremos mais este desafio”, diz Gazzola.

Os bairros que serão beneficiados pelo Sistema Pirajibu e terão alterações no abastecimento durante as obras são: Cidade Nova, Jardim Novo Mundo, Jardim União, Jardim Europa, Residencial Penha de França, Vila Martins, Vila Vivenda, Hospital do Pira, Alpes, CDM, AME, Portal do Éden, Village Castelo e City Castelo.

Nesta semana, Gazzola explica os procedimentos que serão realizados. “Faremos sondagens e medição de pressão em vários trechos da adutora do Sistema Pirajibu; troca do registro do reservatório do Jardim Europa; instalação dos primeiros registros da setorização e adequação das bombas do recalque São Miguel. Por esta razão, será necessário rodízio de abastecimento de água a cada 24 horas em duas regiões. Região 01: Cidade Nova e Novo Mundo. Região 02: Jardim Europa, Vila Martins, Jardim União, Vila Vivenda e Penha de França”.

Ainda de acordo com o prefeito, será anunciada todas as sextas-feiras, a programação das ações e boletins quinzenais do andamento das obras, que teve sua verba assinada e liberada pelo Programa Desenvolve São Paulo, na última quarta-feira (09), com valor de financiamento de R$ 2.317.010,16. O término das obras no Sistema Pirajibu estão previstas para serem entregues no final do primeiro semestre do ano que vem.

Outras obras

Durante a coletiva, Guilherme Gazzola anunciou outras intervenções que serão realizadas na cidade, entre elas a de substituição completa da rede e ramais de água e esgoto de toda a Rua Floriano Peixoto, região central da cidade, com as obras tendo início marcado para o dia 21 de outubro e término previsto para o final do mês que vem.

“Para evitar transtornos no trânsito, vamos fazer a execução por quarteirão e entregar a obra até o final de novembro, pois entendemos em dezembro o fluxo no final de ano é grande (no Centro), mas também não podíamos deixar para depois”, explica o chefe do Executivo municipal.

Fubaleiro

Gazzola também anunciou a etapa final de reforma de uma das mais importantes captações de água na cidade, com a realização de interrupção no abastecimento marcada para amanhã (17), para a instalação do novo painel elétrico e melhorias estruturais.

De acordo com a Prefeitura, o último registro de obras no local é de 1998, com a inauguração de uma cabine elétrica, sendo então esta é primeira vez que a captação será reformada.

Vila Ianni

Mais de 21 mil pessoas deverão ser beneficiadas com a nova adutora que contará com 2,7 km a partir do reservatório Vila Rica, com o novo reservatório de água tratada tendo a capacidade para 2 milhões de litros. Haverá ainda a instalação de bomba na rede, com vazão de 150 litros de por segundo.

Com licitação prevista para 4 de novembro, a obra tem previsão de entrega para o final do primeiro semestre de 2020.

Segundo a Prefeitura, somente em 2019, foram investidos aproximadamente R$ 12 milhões em água e esgoto na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *