Prefeitura suspende Carnaval em Itu

Seguindo a recomendação do Centro de Contingência do Coronavírus, do Governo do Estado, a Prefeitura de Itu decidiu, no último sábado (30/01), não conceder ponto facultativo nos dias de Carnaval. Sendo assim, o feriado está suspenso nas repartições e serviços públicos.

O expediente será normal nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro. “O objetivo é proteger vidas. Ao evitar as aglomerações e deslocamentos do feriado, evitamos o crescimento de mortes e internações por coronavírus”, informou a Prefeitura em comunicado no Facebook.

Nesta sexta-feira (29/01), o Governo de São Paulo, assim como a Prefeitura da capital, decidiu não conceder ponto facultativo nos dias de Carnaval para todo o estado. A decisão segue recomendação do Centro de Contingência do Coronavírus.

“Estamos em uma segunda onda da Covid-19. Não é razoável que festividades e encontros venham a ocorrer diante de uma situação tão trágica e tão difícil. Nós, evidentemente, não estamos impedindo, nem poderíamos proibir as pessoas de viajarem. Mas não teremos feriado de Carnaval em todo o estado de São Paulo”, comentou o governador João Doria (PSDB).

As prefeituras têm a prerrogativa de conceder ou não ponto facultativo nos dias de Carnaval aos serviços municipais. “A Prefeitura de São Paulo já tomou essa decisão de também suspender o ponto facultativo e a nossa recomendação, assim como da Associação Paulista de Municípios, é que sigam essa prerrogativa da ciência e da medicina”, enfatizou o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

3 comentários em “Prefeitura suspende Carnaval em Itu

  • 03/02/2021 em 16:14
    Permalink

    Concordo plenamente. Temos que preservar a vida.

    Resposta
    • 15/02/2021 em 06:41
      Permalink

      É uma piada a reportagem e mais piada ainda o seu comentário. Ninguém está preocupado com vida de ninguém, quem quiser que tome conta da sua. Eles querem é quebrar, falir tudo, só não enxerga quem não quer ver, faça um pequenino esforço e sinta a fúria desses mamadores do dinheiro público.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *