Rapaz é condenado a 20 anos de prisão por assassinato de namorada

Danielle foi morta com golpes de faca em sua casa, no Jardim Alberto Gomes (Foto: Reprodução)

Após julgamento ocorrido no Fórum da Comarca de Itu na tarde de quinta-feira (19), André Vinícius Silva de Vasconcelos, de 23 anos, foi condenado a 20 anos de prisão por assassinar a facadas, no dia 16 de fevereiro deste ano, no Jardim Alberto Gomes, em Itu, Danielle Priscila Ribeiro, de 29 anos.

De acordo com o promotor de Justiça Dr. Luiz Carlos Ormeleze ao Periscópio, André foi condenado por homicídio consumado com quatro qualificadoras (fútil, crueldade, recurso que dificultou a defesa da vítima e feminicídio).

Recordando o caso, no dia 16 de fevereiro de 2020, a Polícia Militar foi acionada para atender a uma ocorrência de desentendimento entre casal e, ao chegar até o local, as autoridades foram informadas pelo padrasto de Danielle de que ela havia sido agredida a facadas nas costas, cabeça e pulso, sendo que o filho da vítima, uma criança de oito anos, teria visto o ato.

Danielle chegou a ser socorrida com vida ao Hospital São Camilo, porém não resistiu aos ferimentos, falecendo pouco tempo depois de ter dada entrada no local. De acordo com as autoridades, o crime teria acontecido em um quarto, após uma crise de ciúmes de André, que queria que a namorada saísse do WhastApp.

O suspeito aguardou julgamento na Cadeia Pública de São Roque, local em que se encontrava desde o dia 17 de fevereiro, quando se entregou à polícia. De acordo com informações da Polícia Civil ao Portal G1, o suspeito afirmou às autoridades que “não tinha a intenção de matar” a namorada, dizendo em interrogatório, que queria “apenas machucá-la”.

Ao JP, o promotor de Justiça Dr. Luiz Carlos Ormeleze comentou a decisão. “O que mais me espantou foi a covardia do réu ao cometer o crime, bem como seu cinismo de pedir, hoje, uma oportunidade e a pena mínima”. O promotor acrescenta ainda que não ficou satisfeito com a pena de 20 anos e que recorreu ao Tribunal de Justiça de SP para tentar aumentar a mesma. A reportagem não conseguiu ouvir a defesa de André.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *