Salto sofre com cheia e poluição do Rio Tietê

 


Foto – Jornal Taperá
Junto ao Mirante, próximo ao Memorial do Rio Tietê, no centro, a situação era essa no início da semana

As fortes chuvas dos últimos dias mais uma vez trouxe transtornos para Salto. O volume de água do Rio Tietê aumentou consideravelmente e em vários pontos da cidade aconteceram enchentes. Segundo o coordenador da Defesa Civil, Orlando Neri, a vazão do rio de 400 m³ por segundo quase duplicou, chegando a 750 m³.

Pelos menos dois pontos turísticos da cidade sofreram não apenas com o aumento da vazão de água, como o mau cheiro e a poluição: a Ilha dos Amores e o Parque das Lavras, ambos que margeiam o rio. Na Ilha dos Amores o muro de contenção foi danificado, obrigando a Defesa Civil a interditar o local. No Parque das Lavras, o antigo prédio da usina foi completamente inundado e coberto de detritos de toda ordem.

Conforme Neri, uma ação conjunta da Secretaria de Defesa Civil, do Meio Ambiente e de Obras está sendo realizada para tentar normalizar o mais rápido possível o problema. “A situação já está controlada e é necessário que as orientações de segurança sejam respeitadas pelos moradores”, disse.

A orientação é que quando perceberem que o nível das águas começa a subir, a Defesa Civil deve ser contatada. Além disso deve ser evitado qualquer ponto de alagamento em situações emergenciais. Guarda Civil Municipal e Corpo de Bombeiros também podem ser acionados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *