Sargento ituano que morreu no RJ é sepultado no Cemitério Municipal

Por Daniel Nápoli

Foto – Daniel Nápoli

Faleceu no último sábado (19) o 3º Sargento Gabriel Trettel Telles, de 27 anos, dois dias após ter passado mal durante um teste de aptidão física em que foi submetido a uma bateria de exercícios na Vila Militar, na zona oeste do Rio de Janeiro/RJ.

Gabriel, nascido e criado na cidade de Itu, realizava teste para ingressar em um curso básico de paraquedista. Após passar mal, foi socorrido e encaminhado ao Hospital Geral da Vila Militar, sendo transferido posteriormente ao Hospital Central do Exército, onde permaneceu internado até seu falecimento.

Após a morte do sargento Gabriel, o Comando Militar do Leste (CML) do Rio de Janeiro, onde ele servia, instaurou um inquérito para investigar o ocorrido, explicando que Telles sofreu “complicações causadas por provável exaustão térmica”, durante a bateria de exercícios.

O Comando Militar do Leste, em nota oficial, ainda acrescentou: “Os integrantes do CML solidarizam-se com a família do sargento Telles neste momento de dor e pesar, a qual está sendo dado todo o apoio espiritual, psicológico e administrativo”.

Filho do escrivão de Polícia Civil de Itu Benedito Celso Telles, Gabriel foi velado entre a manhã e a tarde da última segunda-feira (21), no Velório Municipal de Itu, com seu corpo sendo sepultado no Cemitério Municipal por volta das 15h do mesmo dia.

O velório contou com a presença de centenas de pessoas, assim como o sepultamento, realizado com honras militares, havendo salva de tiros promovida por membros do Comando Militar do Leste, vindos do Rio de Janeiro.

Trajetória
Nascido em Itu, no dia 24 de fevereiro de 1991, o 3º sargento Gabriel Trettel Telles foi formado em 2014 pela Escola de Sargentos das Armas (ESA), sendo classificado para servir no 2º GAC L – Regimento Deodoro (Quartel de Itu), onde permaneceu de 2015 a 2017. No mesmo ano, foi selecionado para a realização do Curso de Artilharia de Costa e Antiaérea, no Rio de Janeiro. Ao final do curso, escolheu por permanecer na capital carioca, servindo na 21ª Bateria de Artilharia Aérea Paraquedista, em 2018.

Gabriel participou ainda das Operações Militares de Intervenção Federal na Segurança Pública do Rio de Janeiro, tendo no final do ano passado sido selecionado para realizar o Curso Básico Paraquedista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *