Sinal Verde: Lewis Hamilton para a história!

Neste domingo (11) a Fórmula 1 vive um dia histórico. Ao vencer o GP de Eifel, disputado em Nürburgring, na Alemanha, o inglês Lewis Hamilton igualou o recorde de vitórias (91) de Michael Schumacher (ALE).

Quis o destino que o recorde de triunfos na categoria fosse igualado no país de Schumacher, em uma prova em que Hamilton largou da segunda posição e contando com problemas de Valtteri Bottas (FIN), seu companheiro de equipe Mercedes, que veio a abandonar a prova, assumiu a liderança ainda na 12ª volta, para não mais perdê-la.

Vitória histórica isola Hamilton ainda mais na liderança da temporada (Foto: Bryn Lennon/Getty Images)

A segunda posição da corrida ficou com Max Verstappen (HOL), da Red Bull,que em nenhum momento chegou a ameaçar a vitória de Lewis. O pódio foi completado por Daniel Ricciardo (AUS), o seu primeiro pela equipe Renault.

O GP de Eifel também foi especial para Kimi Raikkonen (FIN), da Alfa Romeo, que se isolou como recordista de GPs disputados (323), superando de vez o brasileiro Rubens Barrichello. Na prova, ficou em 12º lugar.

Com o resultado, Lewis Hamilton ampliou sua vantagem na liderança do mundial de pilotos, somando 230 pontos, contra 161 do vice-líder Valtteri Bottas. O terceiro colocado é Max Verstappen (147 pontos). Já no mundial de construtores, a Mercedes (ALE) segue cada vez mais líder, com 391 pontos, seguida por Red Bull (AUT), que soma 211 pontos e Racing Point (ING), com 120 pontos.

Faltando seis etapas para o final da temporada, a Fórmula 1 retorna no dia 25 de outubro, com o GP de Portugal, que será disputado no circuito de Portimão. Na prova portuguesa, dependendo dos resultados, a Mercedes poderá sair da mesma com o heptacampeonato mundial de construtores matematicamente assegurado.