Sinal Verde: o retorno de Todt?

Francês comandou a Ferrari na conquista de seis mundiais de pilotos e sete de construtores (Foto: Divulgação/FIA)

O ano começa com uma especulação que pode animar o torcedor da Ferrari. De acordo com a imprensa europeia, Jean Todt, que no final de 2021 deixou a presidência da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), estaria acertando um retorno para a Ferrari.

Todt chefiou a equipe entre 1993 e 2007, iniciando sua passagem em Maranello com a missão de reestruturar a escuderia que não era campeã do mundial de pilotos desde 1979 e do mundial de construtores desde 1983.

O francês não só ajudou na reestruturação da equipe, como foi um dos pilares da chamada “Era de ouro” ferrarista, que foi campeã de 2000 a 2004 do mundial de pilotos (todos com Michael Schumacher) e posteriormente em 2007, com Kimi Raikkonen. além de vencedora do mundial de construtores de 1999, 2000, 2001,2002, 2003, 2004 e 2007

Caso confirme seu retorno, Jean Todt viveria um mesmo papel, de reestruturar a Ferrari, que não é campeã do mundial de pilotos desde 2007 e do mundial de construtores desde 2008.

Resta saber se assim como foi nos anos 1990, ele terá a liberdade necessária para poder fazer o trabalho de reestruturação e mais do que isso, se a direção da Ferrari terá a mesma paciência para que possa colher os frutos. Aguardemos.