Sinal Verde: Vitória de Hamilton na Bélgica

O hexacampeão mundial de Fórmula 1 Lewis Hamilton (ING) vai se aproximando cada vez mais dos recorde de vitórias que pertence a Michael Schumacher, ao triunfar no GP da Bélgica, disputado neste domingo (30).

Mesmo com o preocupante desgaste nos pneus nas voltas finais da prova, a vitória foi conquistada com autoridade (a 89ª), com Hamilton não sendo ameaçado em nenhum momento pelo segundo colocado, o seu companheiro de equipe Valtteri Bottas, que fez uma corrida discreta, assim como o terceiro colocado, Max Verstappen (HOL), da Red Bull.

Hamilton soma agora 89 vitórias, contra 91 de Michael Schumacher (Foto:Stephanie Lecocq/AFP)

O destaque positivo da prova ficou por conta da Renault, que viveu o seu melhor final de semana da temporada, terminando na quarta colocação com Daniel Ricciardo (AUS) e em quinto, com Esteban Ocon (FRA).

Já o destaque negativo foi mais uma vez a Ferrari. A maior vencedora da história da categoria, ficou longe da zona de pontuação, com Sebastian Vettel (ALE) chegando na 13ª posição e Charles Leclerc (MON), em 14º lugar.

Com o resultado, Hamilton ampliou a sua vantagem na liderança do mundial de pilotos, somando 158 pontos, contra 109 do vice-líder Verstappen. Em terceiro está Bottas, com 107 pontos.

Já no mundial de construtores a vantagem é da Mercedes, que soma 265 pontos, seguida por Red Bull (158 pontos) e McLaren (68 pontos).

A temporada 2020 da Fórmula 1 retorna com a 8ª etapa, no próximo domingo (06/09), com o GP da Itália, a ser disputado em Monza.