Sociedade Vegetariana Brasileira tem primeiro encontro em Itu

Bom público acompanhou a inauguração do núcleo ituano da Sociedade Vegetariana / Foto – Daniel Nápoli

A Sociedade Vegetariana Brasileira – Núcleo Itu (SVBItu) realizou a sua primeira reunião na manhã do último domingo (05), no Parque Almeida Júnior. Fundada em julho deste ano, pelas amigas Renata Meirelles, Maria Alice Gimenes e Isadora Almeron, a Sociedade visa o crescimento do vegetarianismo e do veganismo pelo interior, com foco na cidade de Itu, onde residem.

Advogada e pós-graduada em educação ambiental, Renata, que é vegetariana há oito anos e vegana há três, comentou a respeito do projeto, braço da Sociedade Vegetariana Brasileira, ONG de proteção animal. “Faremos um núcleo ativo, com rodas de leitura e debate, não exclusivamente para veganos ou vegetarianos. Nosso objetivo é desmistificar algumas coisas, quebrar preconceitos, enfim, trazer conhecimento sobre o assunto”.

Vegetariana há cinco anos e vegana há um ano, a engenheira e estudante de nutrição Maria Alice Gimenes explica como funcionará a SVBItu. “Nossa ideia é realizar campanhas em escolas, levar até o comércio alimentício a opção vegana, dando assessoria no que diz respeito a encontrar ingredientes, a produzir cardápio e, além disso, projetos como o ‘vegetarianismo contra o câncer’”.

Também estudante de nutrição, Isadora Almeron disse ter tido superada a sua expectativa para o primeiro encontro. “Tivemos aqui muitas pessoas. Foi muito legal esse encontro. Percebi muitas pessoas curiosas, interessadas em saber como funciona e em ver que é possível substituir sua alimentação, sem prejudicar a saúde”.

No local, além de palestras, foram realizadas aulas de ioga e feira de adoção de animais. O evento contou também com expositores vegetarianos e veganos. Aos interessados em obter mais informações, podem entrar em contato através do Facebook  e Instagram (SVBItu) ou pelo e-mail: sbvitu@gmail.com. (Daniel Nápoli)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *