Suspeitos de pichar escadaria da Matriz são presos no Centro

O agente de segurança G.V.S., de 23 anos, o estudante R.H.L.B., da mesma idade, e o desempregado F.B.G.A., de 19 anos, foram presos na madrugada do último sábado (22), suspeitos de terem pichado as escadarias da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Candelária.

De acordo com informações registradas em boletim de ocorrência, a Guarda Civil Municipal se encontrava em patrulhamento quando foi abordada por um indivíduo que disse à guarnição que três rapazes estariam próximo à igreja realizando pichações.

A GCM então se dirigiu ao local, abordando os jovens, tendo localizado com F.B.G.A. um pincel atômico preto, tamanho grande, utilizado para pichações, sendo que o rapaz, assim como os outros dois averiguados, se encontrava com as mãos sujas de tinta preta, as mesmas usada na pichação da escadaria e também nas lixeiras ecológicas da Rua Dr. Elias, próximas ao local da abordagem.

Ao serem questionados, os jovens disseram que as pichações eram um “protesto ao corte de verbas para a Educação por parte do presidente da República Jair Bolsonaro”. Na sequência, os três indivíduos receberam voz de prisão, sendo conduzidos ao Plantão Policial da Delegacia Central, permanecendo à disposição da Justiça.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *