Vereadores apresentaram mais de 2,6 mil moções em 2019

Foto: Arquivo

Um levantamento feito pelo Periscópio mostra que os vereadores ituanos, em 2019, fizeram mais de 2,6 mil moções, entre congratulação, repúdio e pesar. O número exato é 2680 – 957 a mais que o ano anterior, quando os edis apresentaram 1723 moções. Os dados, que são públicos, foram obtidos através do sistema da Câmara de Vereadores e engloba as proposituras apresentadas em conjunto.

O campeão de moções foi José Galvão, com 471. Em seguida aparece Dito Roque, com 407. Em terceiro, Luciano do Secom, autor de 356 moções. O vereador que menos apresentou moções foi Sérgio Castanheira, com apenas três. Maria do Carmo Piunti, com 13, e Henrique de Paula, com 40, também foram modestos na hora de apresentar moções.

Já as indicações caíram de 2018 para 2019. No ano passado foram apresentadas 1159, enquanto neste ano foram 1119. O que mais apresentou foi Luciano do Secom, com 345, seguido por Normino da Rádio, com 328. Em terceiro figura José Galvão, com 170. Ricardo Giordani, que é líder do prefeito, não apresentou nenhuma, Thiago Gonçales fez só uma e Maria do Carmo fez quatro.

No quesito projetos de lei, os vereadores foram mais equilibrados. Em 2018 foram 85 e, neste ano, 88. Quem mais fez foi Mané da Saúde, com 19 apresentados. Ele é seguido de Galvão, com 17. Fechando o “top 3” aparecem Giordani e Givanildo Soares, ambos com 15. Vale destacar que a maioria dos projetos de lei foram para nomear vias públicas.

Projetos com impacto maior na vida do cidadão vieram do Executivo, que tem a prerrogativa de apresentar propostas que onerem os cofres públicos. Foram 133 projetos de lei e sete projetos de lei complementar. O 2019 da Câmara ainda contou com 54 decretos legislativos, 12 projetos de resolução da Mesa Diretora e 64 requerimentos, sendo a maioria da oposição (18 de Galvão e 25 de Maria do Carmo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *