Vice de João Doria, deputado federal Rodrigo Garcia faz campanha em Itu

Rodrigo Garcia esteve acompanhado de integrantes do DEM e do PSDB de Itu/ Foto: André Roedel

O candidato a vice-governador do Estado de São Paulo e deputado federal Rodrigo Garcia (DEM), da chapa de João Doria (PSDB), esteve em Itu na manhã da última quarta-feira (12) em compromissos de campanha. Ele atendeu a reportagem do Periscópio na Lanchonete Tonilu, no Centro, após conceder entrevista à uma rádio local.

Estiveram presentes no encontro o presidente do PSDB ituano, Rodrigo Tomba, o vereador e presidente do DEM local, José Galvão, e a fundadora da ONG ASPA (Associação de Socorro e Proteção Animal) Itu, Patrícia Daunt, além de assessores.

Rodrigo Garcia falou sobre diversos assuntos, como campanha, projetos e desenvolvimento da região. “A gente está numa campanha mais barata do que as anteriores, o que é positivo”, disse o candidato a respeito das mudanças promovidas na Legislação Eleitoral. Garcia, que se licenciou durante seus mandatos para exercer o papel de secretário de diversas pastas no Governo Estadual e Prefeitura de São Paulo, declarou também que foi essa experiência que fez Doria o convidar para ser vice na chapa.

“Isso me deu uma visão dos desafios que São Paulo tem”, afirmou, elogiando o parceiro de chapa. “Eu enxergo no Doria o homem certo na hora certa para São Paulo, um estado do tamanho de um país”, prosseguiu Garcia, defendendo seu candidato.

“O Doria representa a manutenção das conquistas com a segurança de que elas continuarão, e ao mesmo tempo a inovação que o paulista quer”, declarou sobre como convencer o eleitorado a manter o governo tucano – que está no poder no Estado desde 1995, quando Mário Covas foi eleito.

Desenvolvimento

Garcia destacou o potencial de crescimento da região. “O eixo de crescimento está neste setor oeste de São Paulo”, afirmou, destacando que os demais pontos estão saturados. “Itu tem uma contribuição grande porque é uma cidade estruturada, já tem ETEC e Fatec. Agora, tem que pensar não só em gerar emprego, mas agregar valor ao emprego gerado”.

O deputado afirmou que, se eleito, Doria fará um governo descentralizado, de “parceria muito próxima com as cidades”. Garcia ainda destacou que o grande desafio do futuro governo é o ensino médio.

“Hoje o ensino médio não está atraindo o jovem para a escola, tem uma evasão muito grande. É a famosa geração ‘nem-nem’: nem estuda e nem trabalha”, apontando como solução uma parceria com a iniciativa privada para dar oportunidade dos estudantes de nível médio de ter um diploma de nível técnico.

Embate

Garcia comentou o embate nas eleições estaduais. “Eu brinco que os adversários só criticam o Doria porque ele saiu da Prefeitura, ninguém chama o Doria de desonesto, de incompetente, de preguiçoso. Pelo contrário: as pessoas sabem que ele é correto, que ele trabalha muito, que ele é competente e preparado”, declarou o deputado.

De acordo com a pesquisa eleitoral Ibope/Estado/TV Globo, divulgada na última segunda-feira (10), Paulo Skaf (MDB) aparece em 1º lugar com 22% e Doria em 2º, com 21%. Márcio França (PSB), atual governador, tem 8% e ocupa a 3ª colocação. A margem de erro é de três pontos porcentuais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *