Itu assina documento para início de obras do Programa Vida Longa

O secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Marcelo Cardinale Branco, junto ao prefeito Guilherme no momento da assinatura no Palácio dos Bandeirantes (Foto: Angélica Estrada/Prefeitura de Itu)

O prefeito Guilherme Gazzola (PP) e o secretário municipal de Planejamento e Gestão de Projetos, José Roberto Fernandes Barreira, participaram da cerimônia de assinatura da Ordem de Serviço do início das obras para a construção de 28 unidades habitacionais que integram o Programa Vida Longa.

O programa foi viabilizado por convênio firmado com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Habitação, da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) e da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social. A solenidade, que ocorreu no Palácio dos Bandeirantes, nesta quarta-feira (03), contou com a presença do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), secretários estaduais, deputados e prefeitos.

O chefe do Executivo ituano afirmou que o Programa Vida Longa proporcionará qualidade de vida durante o processo de envelhecimento de pessoas com vínculos familiares fragilizados ou rompidos e sem acesso à moradia.

Para aderir ao Programa a contrapartida da Prefeitura foi providenciar área institucional, localizada no Parque Nossa Senhora da Candelária, para a construção do condomínio e a gestão e manutenção do empreendimento após a conclusão das obras.

Os imóveis seguem padrão especialmente definido para esse grupo etário, projetados segundo parâmetros de acessibilidade do Desenho Universal, que estabelecem um conceito arquitetônico adaptável para permitir facilidade no uso da moradia por qualquer indivíduo com dificuldade de locomoção, temporária ou permanente. Todos têm cozinha, sala de estar e dormitório conjugados, banheiro e área de serviço.

Cozinhalimento 

Na oportunidade, a cidade de Itu também foi contemplada pelo projeto Cozinhalimento da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento em parceria com o Fundo Social de São Paulo (FUSSP). O objetivo é capacitar agentes multiplicadores que promoverão ações de segurança alimentar e nutricional sustentável e incentivo à geração de renda.

Por meio do projeto, os municípios contemplados recebem cozinhas industriais completas para fortalecer, entre outros, os cursos profissionalizantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *