Kobra pinta mural em cidade que recebe delegação brasileira nas Olimpíadas 2024

O mural faz parte do projeto beneficente “Seja seu Próprio Herói” (Foto: Divulgação/Prefeitura de Saint-Ouen)

O artista plástico Eduardo Kobra, morador de Itu, renova a tradição de pintar murais em Olimpíadas e agora leva a sua arte para a cidade francesa de Saint-Ouen, base da delegação brasileira durante os Jogos Olímpicos de Paris 2024. A convite da Prefeitura local, ele produziu o mural “Voz da Liberdade”, inspirado na tela “A Liberdade guiando o povo”, de Eugène Delacroix, representando vitória e superação. A obra foi inaugurada no dia 13 de junho.

Neste trabalho, Kobra apresenta uma reinterpretação vibrante e contemporânea de Marianne, símbolo da liberdade e da Revolução Francesa, que aparece como protagonista da tela de Delacroix. Com um toque moderno, a imagem captura Marianne em uma pose de determinação e ação, segurando uma bandeira que proclama “Sois ton propre héros” (Seja seu próprio herói).

“Acredito na potência do esporte como uma engrenagem que transforma vidas. Quero deixar um legado com o mural para trazer inspiração aos atletas e mostrar a importância da garra e perseverança na realização dos sonhos”, comenta Kobra.

“Quando falamos em democratização da excelência, quando falamos em beleza, quando falamos em projeção, quando falamos em melhorar a vida das pessoas por meio da cultura, hoje isso ganha todo o seu significado através deste mural. Ele incorpora os valores que defendemos diariamente para os Audonianos e Audonianas”, explica Karim Bouamrane, prefeito de Saint-Ouen-sur-Seine e vice-presidente do Conselho Departamental de Cultura.

O mural faz parte do projeto beneficente “Seja seu Próprio Herói”, idealizado pela esgrimista campeã mundial brasileira Nathalie Moellhausen para apoiar instituições brasileiras de esgrima. A atleta vai disputar a medalha inédita na modalidade. Os Jogos de Paris vão acontecer entre 26 de julho e 11 de agosto.

A parceria que une a arte ao esporte começou com a pintura de três máscaras de esgrima. O artista plástico retratou Mahatma Gandhi, Madre Teresa Calcutá e um leão. A proposta foi valorizar grandes personalidades da História e simbolizar a força e a agilidade de um herói, caracterizada pelo grande felino. Os itens estão à venda para beneficiar instituições sociais brasileiras de esgrima com o objetivo de ajudar crianças a participarem de campeonatos. “Desejo que todas as crianças do mundo com um sonho de ouro tenham a chance que eu tive para torná-lo real e heróis de si mesmas”, diz Nathalie.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *