Denunciado, rapaz é preso suspeito de maus-tratos a cachorro em Itu

Cachorro foi encaminhado pra clínica veterinário, local em que passou por exames (Foto: Divulgação)

Na manhã da última segunda-feira (11), na região do Pirapitingui, em Itu, um jovem de 24 anos foi preso por suspeita de maus-tratos a um cachorro.

Segundo informações registradas em boletim de ocorrência, investigadores da Polícia Civil receberem uma denúncia, com vídeos em que mostravam um cachorro acorrentado em um quintal, debaixo de chuva. Em um outro registro, o animal também se encontrava acorrentado, mas sob forte sol.

Ao obter o endereço, as autoridades se dirigiram até o local, encontrando o cachorro, que foi encaminhado a uma clínica veterinária, sendo atestado maus-tratos e grande quantidade de carrapatos.

Quanto ao responsável pelo animal, este recebeu voz de prisão e foi encaminhado ao 4º Distrito de Polícia de Itu, situado na região do Pirapitingui.

É a segunda vez na cidade que uma pessoa é presa por maus-tratos a um cachorro, após ter entrado em vigor a “Lei Sansão”, sancionada pelo presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), em 22 de setembro do ano passado. A primeira prisão foi efetuada no dia 19 de novembro e foi noticiada pelo Periscópio.

A lei aumento a punição para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais. A pena agora vai de dois a cinco anos de prisão, além de multa e a proibição de novos animais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *