Kobra pinta obra sobre resiliência e faz leilão para ajudar o RS

A arte mostra uma mão erguendo a bandeira gaúcha e apresenta a Estátua do Laçador, monumento histórico de Porto Alegre (Foto: Divulgação)

Referência em arte urbana e conectado a causas humanitárias, o artista plástico Eduardo Kobra leiloou a tela “Resiliência”, pintada para ajudar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. A iniciativa aconteceu por meio do Instituto Kobra (IK), projeto voltado à arte, cultura e transformação social, que também disponibilizou uma série de 500 prints da obra original para venda.

Em cinco dias, a ação arrecadou mais de R$ 1,5 milhão, entre doações por Pix, vendas dos prints e o leilão da pintura, arrematada pelo empresário Pedro Bartelle, acionista e CEO da Vulcabras, e sua esposa, Claudia Bartelle.

O valor será convertido na compra de mais de 15 mil cestas básicas a preço de custo, em parceria com a empresa de produtos alimentícios Camil, que também fez uma doação extra em dinheiro e ajudará na logística de transporte. As 130 toneladas de alimentos serão enviadas em seis carretas para as unidades da Defesa Civil e Assistência Social do Rio Grande do Sul, que vão destinar as doações para diversas regiões e instituições locais – entre elas, o Instituto Cultural Floresta.

Para lançar a iniciativa, Kobra e o IK promoveram uma live no Instagram na noite do último dia 17. Com uma mensagem de incentivo, força e reconstrução, a tela foi pintada ao vivo. A arte mostra uma mão erguendo a bandeira gaúcha e apresenta a Estátua do Laçador, monumento histórico de Porto Alegre feito por Antônio Caringi, escultor brasileiro nascido em Pelotas em 1905. Ele é considerado o maior estatuário da história da arte no estado. 

“Estou muito comovido com a situação devastadora vivenciada pelos gaúchos. Junto ao Instituto Kobra, projeto que lidero ao lado da minha esposa, Andressa Munin, quero conseguir ajudar o maior número possível de pessoas por meio de doações. Depois de arrecadar fundos, vamos comprar e realizar a entrega de itens que a população mais estiver precisando, seguindo as instruções da Defesa Civil local”, explica Kobra.

O coordenador estadual de Proteção e Defesa Civil do RS, coronel Luciano Boeira, frisa que é importante a valorização de todas as iniciativas de ajuda que estão sendo destinadas aos gaúchos afetados pela enchente. 

“Um artista como o Kobra colocar a sua arte à disposição do bem motiva outras pessoas e instituições para que também se juntem a essa corrente. Há muitas pessoas que vão precisar de ajuda para retomarem as suas vidas, e esse ato do Instituto e do artista é muito significativo para nós, gaúchos”, completou. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *