Polícia Federal localiza rádios piratas em Indaiatuba

Os equipamentos usados para a radiodifusão foram apreendidos e serão periciados (Divulgação/Polícia Federal)

Na manhã da última terça-feira (26), a Polícia Federal encontrou duas rádios clandestinas nas cidades de Indaiatuba e Campinas, durante uma operação para reprimir crimes contra telecomunicações. Duas pessoas foram presas em flagrante.

Segundo a PF, foram cumpridos um mandado de busca e apreensão em Campinas e dois em Indaiatuba. As rádios foram fechadas. Nos locais, foram encontrados equipamentos eletrônicos e documentos.

A rádio pirata encontrada em Campinas estava situada no bairro Chácara Recanto da Colina Verde e a transmissora seria de um líder religioso. Já a rádio clandestina de Indaiatuba foi encontrada no Jardim Morada do Sol e já foi alvo de outras investigações.

Os equipamentos usados para a radiodifusão foram apreendidos e serão periciados. Ainda de acordo com a Polícia Federal, eles não eram homologados. As investigações também devem apurar se outras pessoas estavam envolvidas.

A investigação integra uma força-tarefa composta pela Polícia Federal, Ministério Público e Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para coibir atividades irregulares de radiodifusão. A operação é a segunda fase da ação que recebeu o nome de “Frequência Negativa”.

Na primeira, em janeiro, a rádio descoberta interferia na faixa de frequência utilizada pelo Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas. Os locais fechados na terça, segundo as autoridades, também podem causar as mesmas interferências.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *