Prefeito encaminha projeto de cartão alimentação para alunos da rede municipal em Itu

Alunos da rede pública municipal terão direito ao cartão alimentação, enquanto não houver o retorno pleno das aulas. É isso que determina um projeto de lei de autoria do prefeito Guilherme Gazzola (PL) encaminhado nesta semana à Câmara dos Vereadores de Itu. A medida, de acordo com o Poder Executivo Municipal, se faz necessária frente a pandemia do novo coronavírus.

Cada cartão alimentação será recarregado mensalmente com o valor equivalente a R$ 55 (cinquenta e cinco reais) por aluno. A votação no Legislativo deverá ocorrer na segunda-feira (29). A Prefeitura arcará com os recursos utilizados para as recargas, assim como será responsável pela contratação da empresa responsável pela confecção e funcionamento dos cartões.

A suspensão das aulas, que está entre as medidas de prevenção ao contágio, causa impacto direto em algumas famílias que contam com a merenda como fonte de alimentação. A emissão do cartão alimentação aos alunos é uma providência necessária para contornar essa carência e faz parte de um conjunto de ações que a Prefeitura vem tomando em relação aos alunos de sua rede, como a realização de aulas on-line.

O projeto de lei tem como referência o Programa Merenda em Casa do governo estadual. Alunos maiores de idade, pertencentes à EJA (Educação de Jovens e Adultos) municipal, também são amparados pelo projeto redigido pelo prefeito e terão o cartão em seus próprios nomes. Além do socorro direto aos estudantes, o cartão alimentação proposto pelo governo municipal deverá favorecer a economia local, incentivando o consumo em mercados e fornecedores de mantimentos em geral.

Um comentário em “Prefeito encaminha projeto de cartão alimentação para alunos da rede municipal em Itu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *